Páginas

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Look da quinzena: stripes

E aí, galera! Tudo bem com vocês?

Hoje, vim mostrar um look que usei há pouco tempo para um passeio+almoço na Urca (que eu nunca tinha ido! :O)... Primeiro, ficamos beliscando e bebendo ali na Mureta da Urca - num visu maravilhoso (o Rio tem dessas, né?! Sou super suspeita - e apaixonada - pra falar!); depois paramos pra almoçar, no Bar e Restaurante Urca (o restaurante fica em cima do bar), onde a comida não é barata, mas o atendimento é ótimo e as porções são bem servidas!
Bom, vamos às fotos?!



 



E aí, o que vocês acharam?? Me contem!
Ah, deixa eu falar os créditos, né...

Vestido: "feirinha" em Lerici, Itália
Rasteirinha: Pull&Bear
Bolsa: Pimkie
Óculos: Ray-Ban

Espero que tenham gostado!! Mais alguém aí é apaixonado(a) pelo Rio e suas maravilhas de cenário? =)
Beijocas,

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Madeixas: 5 passos para preparar o cabelo para o verão desde já

Hello, meninas!

E está chegando o verão... O amado/odiado verão! Eu, particularmente, amo essa estação, porque parece que as pessoas ficam mais felizes, mais leves! Mas há quem odeie, porque todo mundo fica suado, mais cansado... Enfim! Amando ou odiando, ele está chegando! E você não vai esperar ele chegar para cuidar dos seus cabelos, né?
No inverno, o vento e a água quente do banho são dois dos principais responsáveis pelos danos aos fios no tempo frio. Eles deixam nossos cabelos mais opacos, ressecados e com frizz, e é preciso recuperar a sua saúde e para prepará-los para o verão. Siga esses cinco passos de profissionais e desfile madeixas invejáveis na próxima estação.

Passo 1: Troque o condicionador comum por um mais potente
O produto deve ser composto por ingredientes como ceramidas, mel, leite e proteínas de trigo, que potencializam a nutrição. Aposte também em máscaras e ampolas hidratantes com ação no banho.

Passo 2: Visite o salão de beleza
É lá que você vai encontrar os tratamento mais poderosos, que agem no interior do fio e recuperam as mechas de dentro para fora. Dois procedimentos muito eficazes para deixar o cabelo perfeito para o verão são a cauterização, que repõe a queratina e reconstrói a massa capilar, e o detox, que remove resíduos de cosméticos, químicas e poluição acumulados no couro cabeludo, estimulando o crescimento dos cabelos.

Passo 3: Monte um arsenal de óleos
Argan, ojon, coco, macadamia...são muitos os tipos de óleos disponíveis nas prateleiras. O importante é escolher o seu preferido e incluí-lo na rotina de beleza. Além de serem agentes condicionantes, eles repõem a proteína capilar, deixam fio mais brilhante e macio, sem frizz, longe de pontas duplas, mais disciplinado e com balanço extra.

Passo 4: Corte as pontas
Cabelo estraga, sim, por mais que você cuide bem dele. Com o tempo, a parte danificada das pontas sobe para o comprimento. Ir apenas uma vez por ano ao salão e cortar um dedo não elimina pontas duplas. O ideal é cortar de três em três meses e aplicar diariamente um leave-in para nutrir as pontas, alertam os especialistas.

Passo 5: Não deixe a tintura para a última hora
Não espere para tingir ou retocar os fios no auge do verão! O ideal para ter um resultado fiel da cor e para que não haja um desbotamento é ficar 15 dias sem contato do fio com cloro ou mar. Lembrando que sempre que o cabelo ficar exposto ao sol, deve-se usar leave-in com proteção UVA e UVB.

E aí meninas, vamos nos preparar? Eu já estou no ritmo, espero que vocês também! Um beijo e até a próxima :*

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Madeixas: calvície feminina

Hello, meninas!

Cuidar do cabelo faz parte da rotina da grande maioria das mulheres. Afinal, os fios funcionam como uma moldura para o rosto. É por isso que costuma surgir um desespero quando eles começam a cair em grande quantidade, gerando a chamada alopécia, ou, mais popularmente, calvície feminina. A queixa está entre as dez relatadas com mais frequência por pacientes entre 15 e 39 anos nos consultórios dermatológicos, de acordo com dados do último censo da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O problema mexe não só com a vaidade, mas também com o psicológico, podendo causar preocupações e levar a distúrbios emocionais, pessoais, sociais e profissionais, como depressão, ansiedade e fobia social. Em comparação com a população em geral, as taxas de prevalência de depressão relacionadas à alopécia são altas, o que sugere que pacientes afetados podem apresentar maior risco para o desenvolvimento de episódios depressivos, de ansiedade ou de distúrbio paranóico. Conhecer as causas da queda de cabelos é importante para lidar melhor com o problema e até mesmo para preveni-lo.

Causas da calvície
A herança genética - tanto do lado da mãe como do pai - é a principal causa da alopécia androgênica. Há também outros fatores, como anemia ou alterações da tireóide, que podem levar à queda dos fios, mas não causa o seu afinamento que é característico da alopecia. O processo acontece devido à ação da enzima 5-alfa-redutase sobre o hormônio testosterona (a mulher também possui este tipo de hormônio, porém em menor quantidade que o homem) resultando em DHT (dihidrotestosterona), que age sobre os folículos pilosos, provocando o afinamento e miniaturização.

O termo alopécia inclui não só a perda total ou parcial de cabelos, temporária ou definitiva, mas também a perda de pelos em outras regiões do corpo, como cílios, sobrancelhas que, assim como a perda de cabelo, alteram a identidade e abalam a autoestima.

Em algumas mulheres o problema começa a se manifestar após a menopausa, quando a produção dos hormônios femininos é reduzida. No início, há uma rarefação difusa dos fios, que ficam menores e mais finos. A evolução é lenta e, dificilmente, leva à perda total. No entanto, o quadro pode se tornar mais intenso se houver alterações hormonais, como a síndrome do ovário policístico ou o hirsutismo.

Prevenção da calvície
Um teste genético é um bom caminho para saber se vai ser vítima da calvície, já que a carga genética tem papel fundamental no surgimento do quadro. Ter esse conhecimento pode ajudar também prevenir a queda de cabelos ou a buscar o melhor tratamento, caso o problema já tenha surgido. O teste genético pode ser feito em qualquer momento da vida, mas, quanto antes, melhor. Isso porque, como o objetivo é trabalhar com prevenção, quanto mais cedo ela se iniciar, mais eficaz será o resultado. Quando a alopécia já está instalada, a chance de reversão é menor.

Tratamento para calvície
O teste também ajuda a descobrir o tratamento mais indicado, mostrando as probabilidades da pessoa responder ou não a determinados medicamentos. Um dos mais usados é a Finastericida, tanto em homens como em mulheres, mas não é sempre que ele funciona. Se a chance do organismo não responder a essa medicação for grande, a recomendação será a de evitá-la, uma vez que tem efeitos colaterais desagradáveis.Nesses casos, a solução é iniciar uma prevenção ou tratamento com outros produtos e medicamentos que terão uma ação mais efetiva e segura. Tudo, é claro, somente com avaliação médica.

Então meninas, fiquem atentas ao sinais e logo procure tratamento! Um beijo e até a próxima :*

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Look da quinzena: RIR 2015

Oi oi, todo mundo!

O look de hoje foi o que eu usei nesta última edição do Rock In Rio. Como já falei pra vocês e repeti no post das diquinhas pro Rock in Rio (confira aqui!), prefiro (mil vezes!!!) garantir o conforto nesses eventos que duram o dia inteiro (ou quase isso), principalmente se envolvem música, sol, muita gente e o conforto de um sofá passa longe, rs.

Apesar de eu ter dito pra evitar o preto, coisa e tal, não consegui resistir e escolhi esse cropped das três "opções finais" que eu tinha - ainda bem que, nesse dia, o calor tava beeem tranquilo, tinha muita nuvem, então o sol não brilhou, como de costume (thanks God!).
Vamos ver as fotos?! ;)







Como podem ver, pretty simple e super confortável!
Além do meu tênis de estimação (que eu tenho há uns 10 anos :D hehe), peças super fáceis e leves (apesar do preto). Vamos aos créditos...

Cropped: Pull&Bear
Short: Zara
Kimono: Marisa
Óculos: Ray-Ban
Colar: Mercatto
Tênis: Converse
Batom: Kiko ♥

E aí, gostaram?? Espero que sim! E vocês, também optaram pelo preto no RIR? Me contem!
Beijocas,

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Madeixas: dicas para cabelos misto

Hello, meninas!
Tem gente que tem cabelo totalmente seco ou totalmente oleoso. Mas há, ainda, aquelas pessoas que tem cabelos mistos (tipo eu), que são ressacados na ponta e oleosos na raiz! E aí, o que fazer?


Só quem vive o dilema de ter cabelos mistos sabe como é difícil equilibrar esses extremos. O problema realmente requer alguns cuidados, que se não forem observados no dia-a-dia, a única solução pode ser cortar as madeixas.

Quem tem cabelo oleoso, sabe qual shampoo deve comprar para acabar com aquele visual grudento no fim do dia e, em geral, lava os fios diariamente. Quem tem madeixas secas, além de estar careca de saber quais produtos usar, precisa fazer constantes hidratações e abusar do leave-in. Mas e quem possui cabelos mistos, aqueles que possuem a raiz oleosa e as pontas secas?

Por que o cabelo é misto?
O cabelo pode ser misto por diversos fatores: clima, falta de proteção solar, uso de químicas (tintura, alisamento) e xampus inadequados. Outro fator que contribui para deixar as pontas secas é o tamanho dos fios. Quando o cabelo é muito grande, a oleosidade não consegue alcançar as pontas naturalmente. Por isso, quem tem cabelos mais curtos, dificilmente terá as pontas ressecadas.

Dicas para cuidar de cabelos mistos
Usar os produtos certos já ajuda bastante... Procure usar sempre produtos específicos para cabelos mistos. Ou use um shampoo específico para cabelos oleosos – mas aplicando-os somente no couro. Após retirar a gordura, use um shampoo mais hidratante também no comprimento dos fios. Em seguida, use condicionador somente nas pontinhas. Na hora da lavagem, é importante também usar um shampoo anti resíduos a cada 15 dias ou fazer uma esfoliação no couro cabeludo.
O shampoo a seco também ajuda. É como se fosse um spray de talco. Você passa no cabelo e ele retira o óleo da raiz. A partir daí é só pentear até que o excesso do produto saia do cabelo.

Shampoo para cabelos mistos

  1. Clear Shampoo, Control System Professional. Xampu de tratamento que controla a oleosidade da raiz, mantendo as pontas hidratadas e macias. Além de garantir proteção e limpeza para o couro cabeludo. Preço médio: R$ 22,50
  2. Daily Clarifying Shampoo L’Anza. Xampu de limpeza profunda que remove os resíduos e normaliza o nível de oleosidade dos cabelos e couro cabeludo. Hidrata e restaura os cabelos, deixando-os limpos e suaves. A marca garante que é suave o bastante para ser usado diariamente. Preço médio: R$ 58,50
  3. Shampoo Kerium Neutro, La Roche-Posay. Contém a famosa água termal da marca francesa. Assim, respeita o pH fisiológico do couro cabeludo, protegendo a região e os cabelos das agressões externas. Sua fórmula garante profunda suavidade e permite o uso frequente, mesmo para quem tem couro cabeludo mais sensível. Deixa os cabelos macios e brilhantes. Preço médio: R$ 41,90
  4. Avon Naturals Shampoo Refrescante Framboesa e Hibisco. Com extratos de framboesa e hibisco, foi especialmente desenvolvido para cabelos normais a oleosos. É enriquecido com vitaminas B e C, além de antioxidantes potentes, assim remove o excesso de oleosidade e nutre os cabelos. Preço: R$ 6,99
  5. Shampoo e condicionador Equilibrium Bioex Citrus, Amend. O xampu elimina as impurezas e oleosidade do couro cabeludo, e traz uma sensação de frescor e limpeza por mais tempo, além de hidratar as pontas secas. O condicionador também hidrata e deixa os fios mais leves e soltos. Preço médio: R$ 17,00
Pontas Secas
A questão das pontas secas é delicada porque cabelos ressecados se tornam frágeis e suscetíveis a ficarem quebradiços. E, no caso das extremidades dos fios, essa fragilidade é ainda maior, por ser a parte mais distante do couro cabeludo (que é a fonte de nutrição). Portanto, assim como a raiz oleosa, precisa de adstringência, as pontas necessitam de hidratação.
As máscaras capilares são muito eficazes para os casos severos de ressecamento das pontas, por terem ativos mais concentrados e, assim, mais potentes. A recomendação de uso varia de acordo com o fabricante, mas geralmente uma aplicação por semana é suficiente.
Nas pontas quebradiças (aquelas que se rompem quando fazemos o teste de esticar o fio), é aconselhável aplicar uma máscara com efeito de nutrição e força. Mas, se as pontas estiverem apenas secas, isto é, porosas e sem tendência à quebra, o ideal é uma máscara hidratante. Para pontas secas, além da hidratação, a umectação pode ser a solução para muitas.
Agora, no caso das pontas duplas (aquelas que se ramificam no mesmo fio), não há nenhum produto atualmente que possa tratar. Esse estágio é irreversível: as pontas não se juntam mais. Para fortalecer novamente o cabelo, a única solução é cortar em um comprimento que elimine completamente a duplicação do fio. Os óleos capilares podem camuflar o problema, mas não resolvem. É importante passar bem pouquinho e só nas pontas.

Então é isso, meninas! Espero que tenham gostado das dicas e que possam aproveitá-las! Beijinhos,

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Hora da make: de olho na validade

Olá meninas, tudo bom?

O assunto de hoje é sério:
Muitas meninas guardam e se apegam a itens de maquiagem como se fosse um tesouro. Mas a verdade é que esse tesouro, diferente de muitos outros, tem prazo de valide e é mais do que importante ficar de olho nesse prazo! Ignorar esses prazos e utilizar maquiagens vencidas pode causar irritações e até problemas dermatológicos sérios! Quer aprender a como identificar se sua make está vencida? Continue acompanhando o post. ;)

Maquiagem para a pele: primer, base, corretivo, pó compacto, blush, bronzer e iluminador
Para esses produtos, a regra é simples: produtos cremosos duram até 6 meses. 
Embalagens escuras e/ou úmidas ou embalagens mais abertas, que fazem com que o produto entre em contato com o ar como mais frequência, favorecem a proliferação de fungos e bactérias.
Já os produtos em pó costumam durar mais: em média, 2 anos. Mas fique de olho na aderência e pigmentação desses produtos. Se o produto começou a perder fixação, esfarelar e não pigmenta tão bem quanto antes, jogue fora!
No caso das bases, a validade pode se estender até 12 meses e, se contiver óleo, pode durar até 18 meses. Mas a regra básica é de que durem 6 meses mesmo. Passando desse prazo, fique de olho na consistência da base e no cheiro, que costuma alterar. E as que contêm óleo na fórmula, quando vencidas, apresentam acúmulo de óleo na superfície, ficando, muitas vezes, até visível, bem nítida, a divisão entre a base e o óleo.

Máscara de cílios e delineador
É regra: depois de abertas, as máscaras de cílios duram 3 meses! As embalagens escuras e úmidas são ambientes perfeitos para proliferação de bactérias. Além disso, o contato contínuo da máscara com o ar facilita ainda mais esse tipo de proliferação!
Portanto, fique de olho! Se a máscara de cílios ficar muito espessa (do jeito que a gente acha que tá bom porque dá mais efeito), jogue fora. Vale a pena também ficar atenta ao cheiro, se estiver forte e desagradável, é sinal de que algo não está bom. Não pense duas vezes antes de descartar.
Uma ótima dica para prolongar a vida útil do seu rímel é fazer movimentos circulares dentro da embalagem antes de retirar para usar, isso impede a entrada de ar.
Assim como as máscaras de cílios, os delineadores líquidos duram pouquíssimo e pelos mesmos motivos. Para identificar se o seu delineador já venceu, fique de olho na pigmentação e textura.
Já os delineadores em gel ou cremosos duram até 6 meses e é muito fácil identificar se estão estragados: está duro e ressecado? Tá na hora de jogar fora!

Lápis para olhos e sobrancelhas
Esses produtinhos duram mais do que os rímeis e delineadores, já que, a cada vez que você aponta o lápis, uma nova superfície aparece. Os lápis para olhos e sobrancelhas possuem uma validade de até 12 meses. Mas é preciso muito cuidado na conservação, para que não acumulem bactérias e fungos, causando irritações e alergias sérias.

Sombras
As sombras cremosas duram em média 6 meses, e, assim como os delineadores em gel e cremosos, quando vencidas, elas mudam de cor e ficam mais duras e ressecadas.
Já as sombras em pó ou compactas, duram até 24 meses, ou seja, 2 anos! E isso porque são mais difíceis de serem contaminadas. Mas, fique atenta: se a sombra começar a não pigmentar, é sinal de que já está vencida!

Batom, gloss e lápis de boca
Os batons e lápis de boca duram em média, 18 meses, e quando já não estão bons, perdem a cremosidade, a pigmentação e  o cheiro característico.
Já os glosses duram, no máximo, seis meses e é muito importante ficar de olho na qualidade desse produto, já que, após ser aplicado nos lábios, o aplicador volta para dentro da embalagem, o que pode favorecer a proliferação de fungos e bactérias.

Eu sei que parece muita informação, meninas, mas vale a regra básica: se a textura, pigmentação, cor ou cheiro do seu produto mudou, é sinal de que ele está vencido, portanto, suspenda o uso do produto e jogue fora. Utilizar produtos com a validade vencida pode causa irritação, acne e sérios problemas de pele.

E aí, meninas, gostaram das informações?
Qualquer dúvida, deixe nos comentário!
Um beijo e até a próxima semana,

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Madeixas: cimento capilar

Hello, meninas!

Quem tem cabelos lisos vai se identificar! Qual amiga, tia, parente (...) que nunca disse para você "cabelo liso é mais fácil de cuidar"?! Pois é, mas nem sempre é assim. Isso porque a estrutura capilar faz a mulher estar muito mais propícia a sofrer com frizz e deixa mais evidentes as pontas duplas ou outros defeitos.


Para ajudar a acabar com o problema, um novo método de hidratação para cabelos chega do Japão, prometendo lisos perfeitos: o cimento capilar.

O que é cimento capilar?

A técnica consiste na aplicação de um creme de hidratação japonês chamado Keiro Ka Subarashii, que cimenta os fios e repõe a água, dando brilho aos cabelos, ao mesmo tempo que ajuda a encorpá-lo.

O produto funciona como um cimento intercelular, que penetra nas fissuras dos fios danificados, recuperando sua textura original. É um plasma sintético, que também forma uma película nos fios.

Enquanto o efeito de uma hidratação normal dura cerca de uma semana, esse novo método permanece nos cabelos de 15 a 20 dias. Toda a aplicação acontece em cerca de uma hora e meia e custa, em média, R$ 240,00.

Cuidados caseiros com cabelos lisos
Os lisos precisam mais de hidratação do que outros tipos de fios, pois o frizz e a falta de viço ficam mais evidentes. Por isso, as hidratações são ainda mais importantes. Contudo, além do cuidado no salão, você tem que seguir certos tratamentos caseiros para os cabelos.

1- Como o fio liso não consegue ter uma hidratação uniforme, é importante espalhar óleos, cremes e séruns sempre com um pente fino, da raiz às pontas, inclusive durante o banho.
2- Ao utilizar o secador, seque os fios começando pela raiz, seguindo para o meio e por fim as pontas, sempre com o jato de ar apontando da parte superior da cabeça para a inferior. Isso garante que as escamas dos fios se fechem.
3- Um truque antigo e infalível é a touca. Ela deve ser feita ao dormir, com cabelos bem secos e envoltos em um lenço de seda.

E aí, meninas, gostaram da novidade? Espero que sim! Lembrando sempre que primeiro tem que consultar um profissional de sua confiança é super importante, hein?
Um beijo, boa terça e até a próxima :*