Páginas

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Hora da make: como aplicar base

Olá meninas, tudo bem?

Dando continuidade ao post sobre bases, resolvi mostrar para vocês alguns acessórios e utensílios para fazer uma aplicação perfeita de base! ;)
Hoje em dia, há muitas opção de pincéis e esponjas no mercado, cada um com uma finalidade diferente: alguns dão uma cobertura mais leve, outros servem para polir... Por isso, resolvi mostrar para vocês cada suporte e suas finalidades.

Vamos conferir? 

Esponjas
Assim como os pincéis, há diversos modelos de esponjas para aplicação de base.
As esponjas mais redondas, fofas e que parecem uma gotinha são indicadas para uma aplicação leve e natural. Além disso, com esse tipo de esponja, é possível aplicar a base de forma uniforme, alcançando todos os cantinhos do rosto.
Mas, além desse modelo, há diversos outros, como a esponja queijinho, que é ideal para aplicar a base e dar acabamento na pele (há diferentes tamanhos também).
Esponja angular, que é bem parecida com a esponja em forma de gotinha, mas uma das pontas é mais achatada.
E há também as tradicionais esponjas redondas e planas para aplicação da base.
É possível, ainda, utilizar a esponja umedecida. Isso facilita a aplicação de bases com texturas mais espessas, mas pode ser usada também para aplicar bases líquidas. E, utilizando a esponja seca, é possível retirar o excesso de base do rosto!
Dê preferência às esponjas de látex, pois absorvem pouco produto, evitando o desperdício.

Pincéis
Os pincéis para base são mais indicados para bases fluidas ou em pó. Mas é possível utilizá-los para aplicação de bases em mousse ou em bastão, por exemplo.
Hoje, há uma imensidão de modelos de pincéis para base, resolvi então, mostrar apenas os mais tradicionais:

1. Pincel língua de gato tradicional:  O pincel mais comum para aplicação de base é o pincel língua de gato. É um modelo de pincel mais chatinho e comprido e com cerdas sintéticas. Dependendo da marca, as cerdas podem ser mais durinhas ou macias.
Apesar da aplicação com esse pincel ser um pouco mais demorada, ele é ótimo para aplicar a base! Mas, cuidado! Esse tipo de pincel costuma deixar o a pele marcada com linhas, criadas pelas cerdas. Lembre-se de polir a pele com um mais fofinho ou com uma esponja, após a aplicação da base com esse pincel.

2. Flat top kabuki: Na minha opinião, esse tipo de pincel é o melhor para aplicação da base. Por ser fofinho e com corte reto, com ele é possível aplicar a base no rosto e já polir, usando-o em movimentos circulares. Esse também possui cerdas sintéticas e é possível encontrá-lo com cerdas mais macias e também mais firmes. O flat top kabuki proporciona uma ótima cobertura, uniforme e natural, além de ser rápida a aplicação com esse tipo de pincel.

3. Pincel duo fiber: O duo fiber é must have! O diferencial desse pincel é que, como o próprio nome já sugere, ele tem duas fibras, ou seja, dois tipos de cerdas. Ele possui as cerdas sintéticas (que são as cerdas brancas) e também as cerdas naturais (que são as cerdas mais escuras, que vem desde o cabo do pincel).
O resultado final com o duo fiber é mais leve e natural, deixando a pele com um acabamento bem feito e profissional.


Dedos
Mesmo com tantas opções, há quem ainda prefira aplicar a base com os dedos (tipo eu, hahaha). Na minha opinião, com os dedos é mais fácil sentir a áreas que estão sendo cobertas com a base. Mas não recomendo a aplicação para quem tem pele oleosa, pois, nosso corpo transmite calor, logo, a pele produz mais oleosidade quando em contato com o calor das mãos #ficadica ;)

Independentemente do que vocês escolherem para aplicar a base, é importante lembrar, meninas, que ela deve ser aplicada em movimentos circulares e do centro do rosto para fora, para que não haja acumulo de produto. Vá aplicando a base aos poucos, para que você não carregue a pele e nem desperdice produto.

E vocês, meninas, como aplicam a base? Me contem nos comentários!
Um beijo e até a próxima semana! 

terça-feira, 28 de julho de 2015

Madeixas: trança, o penteado que não sai de moda

Hello, meninas!

Hoje falaremos (mais uma vez, rs) da queridinha das mulheres: a trança. É quase unanimidade entre a mulherada, afinal o penteado é o mais pedido dos salões, é o mais divulgado em redes sociais e é um trunfo pro profissional que sabe fazer aquelas de arrasar.


De qualquer jeito, as tranças podem ser usadas com coque, presas, soltas, laterais... Enfim, inúmeras formas de penteados casuais, descolados ou sofisticados. E, para complementar, podemos usar um lindo acessório, dando um ar de elegância.

As tranças sempre estão na moda, mas será que você sabe quais são os truques para deixá-las modernas e cheias de charme? Os cabeleireiros contam que, para começar a trançar os fios e fixar melhor nos cabelos muito lisos, usam ceras, pomadinhas e sprays. Para um resultado mais bonito, deixe o cabelo natural e a trança solta.

Se for sair durante a noite e desejar deixar sua trança mais sofisticada, você também pode tentar fazer a famosa trança embutida ou então, faça-a frouxa, com alguns fios cacheados soltos nas laterais.

Então aqui vão diversas fotos para vocês se inspirarem a fazer:






Então é isso, meninas! Espero que o post inspire vocês a usar ainda mais este penteado que nunca sai de moda e é o pretinho básico, que serve para toda ocasião.
Um super beijo e até a próxima :*

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Hora da make: tudo sobre bases

Olá meninas, tudo bem?

Para àquelas que ainda possuem muitas dúvidas quando o assunto é base, não se preocupem! O post de hoje está recheado de informações sobre esse produto indispensável na maquiagem. Então, vamos lá:


Para que serve a base? Por que devo usá-la?
A base tem a função de igualar o tom da pele, assim como amenizar manchas e imperfeições, deixando a pele mais bonita e uniforme.

Qual a base ideal para mim?
Antes de comprar uma base, você tem que pensar em duas coisas: sua necessidade e seu tipo de pele. É necessário levar em conta se você tem muitas manchas, linhas de expressões, ou se sua pele é mais oleosa ou mais seca, por exemplo. 

Qual deve ser o tom da minha base e como escolher?
A ideia é que a base sirva como uma segunda pele, já que ela serve para amenizar imperfeições e uniformizar o tom da pele. Portando, a base deve ser do tom exato da pele do seu rosto.
Mas nem sempre encontramos nosso tom exato, então, escolha o tom mais próximo da sua pele e acerte-o com um pó compacto. E o jeito certo para escolher o seu tom exato de base, é testando. O teste deve ser feito no próprio rosto. Aplique um pouco de base na linha da mandíbula e analise se o tom está em harmonia com o tom do seu corpo, já que o corpo costuma ser um pouco mais bronzeado do que o rosto. Então, lembre-se: quando for comprar uma base, vá com o rosto limpo e sem maquiagem!

Quais são os tipos de base e como aplicar?
Base líquida: Esse tipo de base é a que mais oferece naturalidade no resultado final. A base líquida é mais maleável e, por isso, é uma das mais fáceis de se aplicar. Possui uma cobertura mais fina e, geralmente, não cobre manchas muito escuras e nem olheiras tão pigmentadas. É indicada para peles que não possuem muitas imperfeições. Para aplicar, use a ponta dos dedos ou pincel.

Base Cremosa: Bases cremosas possuem uma cobertura mais espessa, capaz de cobrir e esconder grande parte das imperfeições, além de serem mais hidratantes. Por ter a cobertura um pouco mais alta, esse tipo de base é indicada para eventos noturnos. Para aplicar, você pode usar as pontas dos dedos, uma esponja ou o pincel para base.

Base em mousse: A base em mousse possui uma cobertura média, mas, mesmo assim, deixa um resultado final mais natural. A maioria é oil free (livre de oléo) e com acabamento matte. Para aplicar, use um pincel ou esponja.

Base em pó: Em pó solto ou compacta, a base em pó proporciona um efeito sequinho na pele, logo, um efeito mais opaco. Proporciona um acabamento mais leve, mas é possível construir camadas e, assim, deixar a pele com um acabamento mais pesado. Na hora de escolher, dê preferência às minerais, que possuem ingredientes naturais. Para aplicar, use uma esponja, ou se preferir, o pincel seco ou molhado.

Base em bastão: A base em bastão possui uma textura mais densa e proporciona alta cobertura, sendo considerada a versão mais pesada de uma base, podendo servir também, como corretivo. É ideal para cobrir manchas, marcas de acne, olheiras acentuadas, entre outras imperfeições. Para aplicar a base em bastão, basta deslizar a base pelo rosto e espalhar com os dedos, ou se preferir, com a ajuda de um pincel.

Pancake: Assim como a base em bastão, o pancake também possui uma textura mais densa e expessa, proporcionando alta cobertura. É ideal para corrigir peles com muitas manchas. O pancake é um produto que sela bem os poros, segura a oleosidade e dura bastante na pele. É bastante usado para caracterização no teatro, cinema, shows etc. Para aplicar, basta umedecer a esponja que geralmente acompanha o pancake.

Qual é a melhor para mim?
Antes de escolher a sua base, é importante saber qual o seu tipo de pele, pois cada tipo de pele pede um tipo de base específica, e, assim, você poderá determinar qual produto é melhor para você  e que terá maior fixação na sua pele.
Dentre os demais tipos de pele, podemos fazer a seguinte classificação: peles mistas à oleosas e peles mistas à secas...
Para as peles mistas à oleosas, que produzem mais oleosidade, principalmente na "zona T" (testa, nariz e queixo), as bases ideais são as livres de óleo (oil free) e hidratantes, bases mais fluídas e de preferência em gel, que sejam fáceis de espalhar, mas, que tenham secagem rápida. É importante também, que a base tenha uma alta cobertura, no caso do uso para eventos noturnos.
Quem tem esse tipo de pele, pode optar também pelas bases em pó, em mousse e em bastão. Bases com essas características, deixam a pele sequinha e sem brilho por muito mais tempo, além de durarem mais na pele.
Já para as peles mistas à secas, que são mais ressecadas e geralmente tem as linhas de expressões um pouco mais marcadas, as bases ideais são as mais líquidas e finas, que possuem componentes hidratantes e cremosidade. Bases com essas características proporcionam hidratação à pele e não evidenciam ainda mais as linhas de expressão.

Bom, é isso meninas! Espero ter ajudado vocês de alguma forma... Qualquer dúvida ou sugestão para o próximo post, deixe nos comentários!

Um beijo e até a próxima semana!

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Look da quinzena: p&b

Oi, gente, tudo bem??

O look de hoje eu usei para sair para almoçar, no meu aniver \o/.
Optei pela clássica combinação p&b (preto e branco), que não tem erro, né... Sapatilha porque SEMPRE escolho o maior conforto possível!
Tava meio friozinho, mas o local era fechado, então, não precisava de casaco etc etc.
Vamos às fotos...












Blusa: H&M
Calça: foi numa boutique, não me lembro o nome agora :S
Bolsa: Mango
Sapatilha spikes: Zara

É isso, mulherada! Gostaram do da vez?
Me contem! =)
Beijocas,

terça-feira, 21 de julho de 2015

Madeixas: salvando todos os tipos de cabelo

Hello, meninas!

Lisos, crespos, cacheados... Não importa o tipo, sempre tem um problema que ocorre com os nossos cabelos, não é mesmo?!
As vezes testamos mil e um produtos para tentar deixar os fios bonitos, mas, ainda assim, os problemas persistem. O que acontece é que cada tipo de cabelo tem uma necessidade especifica, e só sabendo do que ele precisa é que podemos tentar resolver o problema.



Primeiramente, você tem que descobrir do que seu cabelo realmente precisa, e isso não é uma coisa difícil. Você mesma pode avaliar o estado dos fios, examine e veja como está a aparência dos seus cabelos: ainda há brilho? E a textura, está macia ou áspera? E as pontas duplas? Se você tiver algum tipo de química nos fios é ainda mais fácil ver o grau de danificação.
Quando o cabelo tem problemas como fraqueza, opacidade, ressecamento, queda, quebra e outros, o ideal é procurar um salão para tratar dele da maneira mais correta possível. Principalmente porque a maioria dos tratamentos de choque precisam ser feitos por um profissional, pois só ele pode te ajudar a saber a dosagem correta de cada produto e a necessidade do seu cabelo. Depois, a manutenção pode ser feita em casa, também com produtos específicos.

Quais as necessidades e soluções para os cabelos?

Quimicamente tratados: hidratação e vitaminas.

Descoloridos: reconstituição de queratina, proteção térmica e uso de finalizador de pontas.
Coloridos: hidratação a cada quinze dias.
Fracos e quebradiços: reconstruir e recuperar o córtex.
Ressecados: basta fazer apenas hidratação.
Oleosos: hidratação à base queratina líquida e ampolas hidratantes.
Cacheados: hidratação e uso de leave-in.


Pra não ter que ficar recorrendo constantemente a grandes tratamentos a dica é prevenir, antes de remediar. O cabelo, assim como todo nosso corpo, exige hidratação constante, isso é o básico.
Para quem quer dar uma reforçada, alguns profissionais têm recomendado a cauterização capilar como forma de prevenção ao envelhecimento dos fios, danos causados pelo sol, poluição, secador e tratamentos químicos.

Saber escolher o produto certo para seu cabelo é fundamental. Não compre só pela marca, pelo cheiro, ou por que a amiga da vizinha disse que funcionaria com você. Na hora de comprar o xampu e o condicionador, escolha aqueles que são para o seu tipo de cabelo; se ainda assim você não ficar satisfeita com o produto, peça ajuda a um cabeleireiro, só um profissional qualificado pode dizer com certeza o que você pode usar. ;)

Espero que tenham gostado, meninas!
Um beijo e até a próxima :*

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Hora da make: cuidados com a pele e pré maquiagem

Olá meninas, tudo bem?

Resolvi dar início às postagens aqui no blog começando beeem do começo mesmo! Por isso, o assunto de hoje é fundamental: cuidados com a pele e a pré maquiagem. Além disso, tem várias dicas de produtos para rotina de cuidados. Vamos lá?!

O passo da pré maquiagem, é um dos passos mais importantes da maquiagem. Antes de começar a make, é importante lavar, tonificar e hidratar a pele, com produtos específicos para o seu tipo de pele. Ah, e não se esqueça do protetor solar, ele é fundamental! 

A limpeza, com cremes, loções, sabonetes, ajudam a retirar a sujeira acumulada na pele durante o dia.


1. Gel de limpeza, Bourjois
2. Leite de limpeza, Nivea
3. Sabonete líquido (pele acneica), Actine

O tônico auxilia na retirada das sujeiras mais difíceis. Além de restabelecer o pH natural da pele. O passo da tonificação é de extrema importância, pois auxilia na eficácia do hidratante, que é o próximo passo.


1.Tônico suave revitalizante, Nivea
2. Tônico 2 em 1, Deep Clean
3. Tônico adstringente Pure Zone, L’Óreal

O hidrante é importante, pois devolve toda a hidratação que a pele precisa, mas que perde durante o dia. Dessa forma, evita-se o ressecamento da pele. O ressecamento é confundido muitas vezes com linhas de expressão mais finas, fique atenta! Além disso, uma pele bem hidratada, fixa muito melhor a maquiagem e deixa um resultado final muito mais bonito.
Alguns hidratantes já têm, em sua composição, o filtro solar, o que significa uma proteção a mais para a pele.

1. Gel creme hidratante Soft Face, Capricho
2. Hidratante facial oil free (todos os tipos de pele), Neutrogena
3. Hidratante protetor (pele mista à oleosa), Nivea
4. Hidratante protetor (pele normal à seca), Nivea

Mas, lembre-se que é muito importante reaplicar o filtro solar sempre que possível durante o dia!


1. Protetor Solar Facial Minesol Oil Control, ROC
2. Protetor Solar Facial, La Roche-Posay
3. Protetor Solar Facial Capital Soleil, Vichy

Esses três passos (além do filtro solar durante o dia) ajudam a eliminar as impurezas, controlar a oleosidade da pele, a fixar melhor a maquiagem, fazendo-a durar por muito mais tempo, além de deixar o resultado final mais bonito.
Com a pele limpa, tonificada e hidratada, é hora do primer! 
Hoje em dia há uma grande diversidade de primers no mercado. Além de disfarçar os poros, controlar a oleosidade e prolongar a duração da maquiagem, alguns primers dão brilho e uniformizam o tom da pele, por exemplo. Na hora de comprar o seu, basta analisar as necessidades da sua pele e escolher o que melhor se adequa a ela.


1. Primer iluminador, Vult
2. Primer facial fixador, Mary Kay
3. Primer corretivo verde, Vult
4. Primer Flower Perfection, Bourjois
5. Primer Egg Pore, Tony Moly

Bom, é isso, meninas.
Vocês têm o hábito de cuidar da pele? Lembrem-se que é importante esse cuidado, não só por estética, mas, também por questão de saúde!
Qualquer dúvida ou sugestão para o próximo post, é só deixar nos comentários!
Um beijo e até a próxima semana :*

terça-feira, 14 de julho de 2015

Madeixas: dicas para deixar os cabelos escuros

Hello, meninas!

Estranhando eu aqui hoje? É que agora as postagens sobre nossas queridas madeixas serão às terças-feiras. Espero que a novidade agrade! Recado dado, vamos ao assunto de hoje...
É bem verdade que muitas mulheres sonham em se tornar loiras, não é mesmo? E, hoje em dia, existem diversas maneiras de se fazer isso. Mas também existem aquelas que querem ir ao contrário da maioria, ficando morenas, sabem?! Hoje falaremos sobre isso: como ficar morena sem agredir muito seus cabelos ou errar no tom. Vamos lá?


Coloração é diferente de tonalizante

Se você está decidida a mudar, escolha colorações que têm mais pigmentos e que agem nas camadas mais profundas do cabelo. Isso quer dizer que a cor vai ficar mais forte e vai durar mais. Os tonalizantes duram, em média 1 mês, e logo nas primeiras lavagens é possível notar os fios desbotados, ainda mais se seu cabelo original for muito claro.

Escolha um tom que não te deixe pálida

Converse com seu cabeleireiro sobre usar tinturas com tons de dourado. Eles fazem com que o rosto fique mais iluminado. Tome cuidado com cores acinzentadas e azuladas, como, por exemplo, um preto muito escuro. Elas sim podem te deixar mais pálida. Também é legal usar uma mescla de cores, tanto misturando as tinturas, como fazendo algumas luzes depois.


Não é preciso, necessariamente, escurecer as sobrancelhas. A cor natural delas pode combinar com o novo tom de cabelo, mesmo não sendo iguaizinhos. Mas, se você for loira de sobrancelhas quase brancas, a diferença ficará gritante. Aí, o cabeleireiro pode usar a mesma tinta da aplicação nelas para atingir uma nuance mais escura, mas não da cor exata do cabelo.

Mude sua rotina de cuidados

Como qualquer processo químico, a tintura resseca os fios. Para reverter os danos, use uma máscara capilar potente, uma vez por semana. Este cuidado é indispensável. Para potencializar o efeito do produto, massageie as mechas, fazendo movimentos de cima para baixo, como se você estivesse pegando e soltando o cabelo.

Espero que gostem das dicas, meninas!
Mas sempre consulte um cabeleireiro, para não dar nada errado, ok? ;)
Um beijo, até a próxima :*

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Hora da make: nova colunista

Olá, leitoras da Grazi!!!

Meu nome é Julia, tenho 17 anos, moro em Arraial do Cabo, estou no 3º ano do ensino médio, sou maquiadora profissional e serei a nova colunista de maquiagem aqui do blog da Grazi! Êeee!!! :)
Eu sempre gostei de maquiagem, mas, de uns quatro anos para cá, desde quando encontrei o canal Boca Rosa no Youtube, meu interesse pelo assunto só aumentou. Desde então, venho acompanhando esse mundo da blogosfera e diversas gurus de beleza.


E, depois de tanto tempo acompanhando e buscando cada vez mais sobre moda, beleza, maquiagem e tudo o que mulher ama, ano passado resolvi fazer o meu primeiro curso de maquiadora profissional!
Hoje, atendo à domicílio, tenho uma página no Facebook onde dou dicas rápidas de beleza e divulgo o meu trabalho, e descobri que maquiar é muito mais do que um hobby para mim!


O convite para ser colunista do blog veio totalmente por acaso. A Grazi me encontrou no Facebook e me convidou, simples assim! Hahaha. Eu logo fiquei animadíssima com a proposta e muito feliz, resolvi, então, aceitar!!!

Bom, basicamente é isso, meninas! Falar de si mesma é tão difícil né?! Mas, com o tempo, vamos nos conhecendo melhor! O que importa é que, a partir de hoje, eu sou a mais nova colunista do Coisas de Graziella \o/ 
Semanalmente trarei conteúdos relacionados à maquiagem. Aguardem muitas dicas, dúvidas esclarecidas, resenhas e fotoriais.
Qualquer dúvida sobre mim, meu trabalho, maquiagem ou se vocês tiverem alguma sugestão ou pedido para os próximos posts, deixem nos comentários! ;)

Ah, e não deixem de me acompanhar nas redes sociais! O Face eu já falei lá em cima, e tem também meu Instagram @JuliaNabethe.

Um beijo e até a próxima semana!

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Look da quinzena: clarinho

Oi oi, pessoal! Tudo bem? :)

Esse look eu usei no aniver do meu avô lindo ♥, no ano passado...
Foi um almoço no sítio dele para os amigos e família e, como (quase) sempre, fez muuuito calor.
Escolhi esse look em cima da hora (mesmo!), mas até que deu pro gasto - recebi muitos elogios das tias :p hehehe.






















Vamos às informações das ropitchas:
Short: Jinglers Outfit (comprei na C&A)
Blusa: Zinzane
Top rendado: Pedacinho de Friburgo (não achei o site)
Bolsa: Sfera
Sandália: Sonho dos Pés
Óculos: RayBan
Relógio: Swatch

E então, o que acharam? Falem aí!
Beijocas,

terça-feira, 7 de julho de 2015

Madeixas: toca térmica, é útil?

Hello, meninas!

Hoje falaremos sobre a famosinho da hidratação, a touca térmica! Ela pode ser uma aliada na hidratação que você faz em casa. Pode potencializar a absorção do produto utilizado nos fios, fazendo com que ele atue de forma mais intensa. Mas é preciso tomar cuidado com algumas questões.

Primeiro, saiba que existem vários tipos de toucas. As metalizadas, também chamadas de laminadas ou manta térmica, que não utilizam energia elétrica. O calor da cabeça é suficiente para estimular a hidratação.
Já a elétrica imita a estufa capilar, aparelho utilizado pelos salões de cabeleireiros. O calor extra que a touca elétrica proporciona reforça a função dos ativos no cabelo.

Se optar pela touca elétrica é preciso atentar-se a alguns cuidados:

- Geralmente elas não são bivolt. Verifique a voltagem (110v ou 220v).
- Analise a estrutura plástica da touca para garantir que não tenha nenhum rasgo ou dano. Se tiver, ela deve ser descartada.
- Quando for utilizá-la, não fique próxima à água.
- Não utilize objetos com pontas para prender o cabelo, pois eles podem furar a touca.
- O tempo máximo de permanência com a touca térmica elétrica é de 3 a 5 minutos, para não provar queimadura nos fios. Se optar pelas toucas tradicionais, o tempo de uso é de 15 a 45 minutos.
- Caso tenha o cabelo alisado, a touca térmica elétrica não deve ser utilizada, pois o cabelo já está sensível com a química do alisamento.
- Colocar uma touca simples antes da térmica evita o contato do produto dos cabelos com a touca térmica para não danificá-la.

Dica: Hoje em dia há produtos que dispensam o uso da touca, pois fazem efeito sem a ação térmica e em poucos minutos. Geralmente, eles são formulados com vitaminas que promovem a elasticidade dos fios e com glicerina, silicones e ácidos graxos, que dão maciez aos cabelos. Usar a touca só vai ajudar a potencializar o efeito da hidratação, mas se você não tem uma em casa, não deve deixar de dar um tratamento especial para as madeixas.

E aí meninas, tiraram as dúvidas? Espero que sim :)
Então é isso, até a próxima! Beijinhos,