Páginas

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Saúde & Fitness: 10 motivos para mulheres praticarem Jiu Jitsu

Olá meninas, esta semana (minha última) escreverei sobre minha área preferida, o Jiu Jitsu feminino. Sou praticante da modalidade há cerca de 5 anos e sou COMPLETAMENTE APAIXONADA! As pessoas sempre me perguntam o porquê, e eu respondo:
Porque no Jiu Jitsu não tem essa de que mulher é sexo frágil, mulheres conseguem vencer os homens. Mas é claro que não é só por isso... Eu ficava olhando as pessoas "se agarrando" e ficava tentando entender qual era a graça (muita gente deve pensar o mesmo), isso me gerou uma curiosidade, daí eu comecei a treinar e descobri que aquilo tudo não é "ficar se agarrando", tem toda uma estratégia, pensamento... é um verdadeiro xadrez, porém, nós somos as peças! 
Além disso o esporte trás diversos benefícios e citarei alguns deles...



10 motivos para praticar o jiu jitsu

1- Serve como defesa pessoal;
2- Aumenta a auto-estima, autoconfiança e desenvolve o caráter (esporte de conquista individual);
3- Trabalha e define o corpo, como braços, abdômen e quadril;
4- Acelera o metabolismo, aumenta a resistência do organismo e ajuda a emagrecer;
5- Melhora a capacidade cardiovascular e respiratória;
6- Melhora a timidez, diminui o stress e a ansiedade;
7- Aumenta a flexibilidade;
8- Aumenta a coordenação motora;
9- Aumenta os reflexos;
10- Melhora o estado emocional.

Uma coisa bem legal também é que não tem restrição de idade, qualquer mulher (qualquer pessoa, na verdade) pode começar a treinar, com qualquer idade, classe, peso, enfim, basta querer!

Esses são alguns dos benefícios desse esporte que eu amo tanto!
Então, meninas por hoje é isto. Lembrem-se sempre de manter o corpo em movimento com uma alimentação saudável, mais importante que a estética é a saúde! ;)
Beijinhos ♥

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Madeixas: Queda de cabelos, quando ligar o sinal de alerta

Olá meninas, tudo bem?
Dizem que depois do Carnaval é que o ano começa, não é mesmo? Então, que tal começar a ficar mais atenta às suas madeixas? Hoje falaremos sobre um assunto que deixa muitas meninas 'carecas' de medo: a queda de cabelo.

Os cabelos servem não somente para a proteção do crânio, mas também são um importante adorno para o rosto. Toda e qualquer alteração sofrida pelos cabelos e couro cabeludo acaba influenciando também a autoestima e personalidade da pessoa.

Em vista disso, é importante observar as reações dos seus fios às mudanças emocionais, hormonais e ao uso de diferentes produtos químicos, para que o a queda capilar seja notada logo no início e que, assim, seu tratamento seja feito o quanto antes. Desta forma, a queda de cabelo pode ter menor impacto negativo na vida de quem sofre com este dilema.

Causas da queda de cabelo em mulher: A perda de cabelos, ou alopecia, é conseqüência de alterações no folículo piloso. Se essas alterações forem não forem destrutivas, ocorre um novo crescimento. Caso contrário, o resultado pode ser a formação de feridas ou atrofia, produzindo alopecia permanente.
A queda de cabelo feminina pode surgir por diversos fatores, inclusive emocionais, como o estresse e a ansiedade. Consequentemente, a calvície feminina pode originar, ainda, outros problemas de ordem emocional, tornando esta situação uma verdadeira bola de neve.
Existem muitos mitos a respeito das causas da queda de cabelo, porém as verdadeiras causas são inúmeras e muito complexas. Entre as mais comuns estão as doenças como anemia e infecções, a calvície hereditária, os tratamentos como quimioterapia e radioterapia, a época de repouso dos fios durante a gravidez e o uso de produtos químicos de forma exagerada ou errada.

Fique atenta aos sinais

  1. Afeta todo o couro cabeludo, com queda de cabelo generalizada;
  2. O paciente nota a perda aumentada na escova ou pente e durante a aplicação do xampu ou outro produto;
  3. A perda varia de menos de 100 a mais de 1000 fios por dia;
  4. Se a causa da queda não se repetir, o recrescimento completo espontâneo se dará invariavelmente, dentro de poucos meses;
  5. Frequentemente, as mulheres se queixam que o comprimento do cabelo nunca volta a ser o mesmo que o presente antes da gravidez;
  6. Febres prolongadas ou altas podem destruir alguns folículos completamente, de modo que apenas a recuperação parcial é possível.


Como identificar a causa da queda de cabelos
O primeiro passo após desconfiar deste problema é procurar um dermatologista. Este especialista vai, então, proceder com uma checagem completa das possíveis origens da queda de cabelo por meio da terapia capilar, confira:

  1. Análise do histórico clínico de uso de medicamentos e exames laboratoriais, como o exame de excesso de vitamina A;
  2. Verificação da presença de doenças como diabetes, câncer, infecções, anemia;
  3. Identificação de alterações hormonais como hipo e hipertireoidismo;
  4. Investigação de regimes alimentares que estão em andamento ou foram feitos antes da queda de cabelo;
  5. Observação de outros fatores indiretos que podem estar causando a queda.
Como tratar a queda de cabelo

Cada patologia tem uma série de características próprias que ajudam na investigação para chegar ao diagnóstico. Sendo assim, uma vez que a causa é identificada, o tratamento adequado deve ser feito. Atualmente os tratamentos para a queda de cabelo disponíveis são:

  1. Corrigir a causa da queda;
  2. Uso de medicamentos tópicos para estimular o crescimento;
  3. Uso de laser também para estimular o crescimento dos fios;
  4. Transplante capilar.
Caso você perceba que a queda natural diária dos fios está aumentando ou aumentou bruscamente, o ideal é procurar um dermatologista, o mais rápido possível, para que iniciar o processo de investigação da causa e, então, fazer o tratamento certo para a causa da queda de cabelo.

É isso, meninas, fiquem ligadas! Um beijo e até a próxima :*

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Madeixas: Como recuperar o cabelo danificado no carnaval

Olá meninas, como passaram Carnaval? 

O meu teve muita praia, piscina, sol e enfiada de pé na jaca! Foi uma maravilha, mas todos esses fatores podem deixar o seu cabelo com um aspecto horrível. Se você curtiu bastante esse feriadão, mas voltou com os fios ressecados, confira as dicas para voltar à rotina com as madeixas impecáveis.

Hidratação, já!
Marque uma hora no salão para realizar aquela hidratação restauradora. Para recuperar a saúde dos cabelos em casa, aplique produtos hidratantes que possam recuperar as fibras capilares. Vale fazer hidratações semanais em casa, usando touca térmica e ir a cada 15 a 20 dias ao salão. Outra dica é usar os creme de hidratação no lugar do condicionador, pelo menos enquanto estiver com data marcada para se molhar na praia ou no clube.

Sem estresse
Se você descansou e curtiu muito o seu carnaval, ponto positivo para a beleza do seu cabelo! O estresse promove a liberação de substâncias e hormônios em nosso corpo que por si só são capazes de deixar nossos cabelos com sinais de fragilidade e falta de saúde.
De volta à rotina de escritório, fuja do estresse! Relaxe e pratique exercícios físicos, conviva com pessoas que gosta. Estes hábitos deliciosos também contribuem para cabelos mais bonitos.

Dê um tempo das químicas

No verão, as agressões aos cabelos são maiores (vento, sol, água do mar, água de piscina). Estes fatores, por si só, já deixam os cabelos mais frágeis. Abusar de químicas nesta época poderá colocar em risco a qualidade dos fios. Se você voltou do feriadão com as madeixas horríveis, espere um pouco antes de se jogar nas químicas. Trate seus fios com carinho e respeito, porque eles merecem!

Use e abuse do filtro solar

Estas radiações, além de causarem danos à nossa pele, também agridem de forma intensa nossos fios de cabelo, deixando-os mais fracos, quebradiços e sem vida. Se você se descuidou nos dias de praia, vale a pena redobrar a atenção mesmo agora, quando voltar à rotina. Vale usar produtos sem enxágue, que tenham filtro de proteção solar também no dia a dia.

Bye-bye frizz e volume


Para controlar o frizz, use silicone líquido, que ajuda a criar um filme protetor nos cabelos. Além disso, antes de usar o secador, sempre passe um produto termoativador, que evita que seus fios se queimem ou percam sua hidratação natural. O uso inadequado do secador, deixando-o perto dos fios ou quente demais, pode resultar no enfraquecimento das madeixas e favorecer o arrepiado.
O volume e o frizz tendem a aparecer mais em fios ressecados e sem corte. Idas ao salão regularmente vão evitar esses problemas. Além disso, existem tipos de corte que auxiliam a reduzir o volume, converse com o seu cabeleireiro. ;)

Então é isso, meninas... Sigam as dicas! Um beijo e até a próxima :*

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Saúde & Fitness: Exagerou no carnaval?

Olá meninas, agora que a folia acabou (teoricamente, rs), é hora de cuidar do corpo e amenizar o inchaço e os excessos consumidos durante nosso bom e velho carnaval. Os sucos detox são aliados para eliminar as toxinas causadas pelo álcool e má alimentação.
Sei que já escrevi uma matéria sobre isso, mas acho importante reforçar agora, nessa época, que nosso corpo tanto sofre com as consequências da folia (quase) sem fim.

• Suco verde (mais famoso, rs)
> 200 ml de água de coco
> 1/2 maçã
> 1 lasca de gengibre
> 10 folhas de hortelã
> 1 folha de couve (com talo)

Bata tudo e consuma. O ideal é consumir sem coar.

• Abacaxi e erva doce

>200 ml de chá de erva doce
> 1 rodela de abacaxi
> 3 folhas de hortelã

Bata tudo no liquidificador e depois é só beber.


• Suco de frutas vermelhas com melão

> 1 xícara de chá de acerola
> 4 xícaras de chá de melancia em cubos sem sementes
> 1 xícara de chá de melão em cubos
> 1/2 xícara de chá de amoras
> 1 xícara de chá de gelo

Coloque no liquidificador a acerola, melancia, amoras e o melão, bata bem. Depois, acrescente o gelo e bata até triturar, coe e beba.

Bom, meninas, esses são uns sucos mágicos para limpar o corpo do carnaval e voltarmos a nossa vida normal, já que para algumas pessoas o ano começa agora, né?! Rs.
Beijo ;)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Saúde & Fitness: Carnaval x Balança

Olá meninas!
Carnaval aí, pensei em escrever algo sobre um assunto que preocupa muitas pessoas: a balança após o carnaval, rs. Tudo bem que a gente pensa na folia, na bagunça, nas festas que as vezes vão de de manhã até a madrugada, mas todos esses fatores não influenciam muito bem na balança. Pois é, alguns quilinhos indesejáveis podem aparecer juntamente com nossa ressaca na quarta-feira de cinzas.



Se vocês vão cair na gandaia, é quase inevitável não tomar aquela cervejinha ou aquele choppinho... Comer fora de hora é o mais comuns dos "hábitos" carnavalescos, e comer uma batata frita depois de pular uma madrugada toda não deve fazer, só porque pularam o dia todo não significa que pode enfiar o pé na jaca, tampouco se alimentar mal, sem horários e, até, em pouca quantidade!
Se a opção pro carnaval é uma praiana, ainda mais quem mora ou passa férias em regiões litorâneas, uma caipirinha e um petisco de praia, quem não gosta? Mas tudo isso vai, infelizmente, contra qualquer dieta, Mas fiquem calmas, nada está perdido! Todos temos o direito de curtir, ao menos, no carnaval (pra que não perdeu a linha nas festas de final de ano).
Para amenizar os efeitos colaterais do carnaval, cuidando do corpo e da alimentação durante os dias de festa, a minha primeira dica é manter o corpo sempre hidratado. Isso vai fazer você não inchar tanto com a comilança e a bebedeira. Por isso, é importante beber de 5 a 7 copos de água por dia, pelo menos. Outras opções são sucos de melancia ou abacaxi, que são formados por muita água e tem efeito diurético e água de coco, que tem muito nutriente para repor o que se perdeu pulando, sambando, dançando... Aqueles isotônicos ou chás gelados também são boas pedidas!
Uma dica barata para se manter hidratada e não ter perigo de desmaiar no meio do bloco é fazer um suco, mas não um suco qualquer, esse suco ajuda a desinchar e eliminar líquidos durante a folia. Fiquem ligados:

Bata no liquidificador:
> uma maçã pequena;
> meia cenoura sem casca;
> uma talo de salsão;
> 200 ml de água de coco.
Bata tudo e, de preferência, não coe. Beba em jejum e/ou durante o dia. Esse suco ajuda muito na hidratação do corpo.
Outra dica é consumir frutas e verduras, elas possuem fibras, vitaminas e minerais e, juntas, ajudam a desintoxicar o corpo.


Mas afinal, o que beber?
TODAS as bebidas alcoólicas engordam e incham, pois é, triste!
Mas, se mesmo assim, você quer beber algo com álcool, a menos pior, em relação à quantidade calórica, ainda é a cerveja, que tem cerca de 151 calorias, já uma caipirinha tem mais do dobro e as outras bebidas assim por diante. Para amenizar a situação, tente não misturar as bebidas com os petiscos. Lembrem-se de se alimentarem bem antes de beber e se hidratar muito! 

Bom, meninas, essas foram algumas dicas para o carnaval... Sei que é complicado manter dieta com tanta diversão e nada de treinos, mas vamos manter o equilíbrio. E juízo! Bom Carnaval para todos! Beijinhos,

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Madeixas: Penteados para o Carnaval 2015

Olha a cabeleira do Zézé, será que ele é, será que ele é?

Ah, quer combinação mais alegre do que Carnaval + verão? Ô época boa, todo mundo feliz, curtindo a festa na rua (com paz e segurança, né galera?).



Mas, além de alegria, a festa mais esperada do ano também traz muita correria e pede praticidade nos penteados, não é mesmo? Afinal, quem quer perder horas fazendo o cabelo e perder a folia? Então, a dica de hoje será sobre penteados para o Carnaval 2015. Vamos conferir? ;)

Trança lateral
  • Alinhe todos os fios com um pente;
  • Aplique gel da raiz à ponta, penteando todo o cabelo, trazendo-o para o lado onde quer deixar a trança;
  • Divida o cabelo em três partes e cruze as mechas, unindo os fios do cabelo ao trançado;
  • Prenda a ponta com um elástico ou presilha. Use uma pequena quantidade de gel para finalizar a trança e abaixar os fios soltos e rebeldes.
Meio preso (topete)
  • Separe a parte frontal do cabelo de orelha a orelha;
  • Aplique uma pequena quantidade de pomada, penteie para trás ou para uma das laterais;
  • Faça um leve torcido para firmar melhor o grampo ou acessório de sua preferência.
Rabo de cavalo
  • Depois que o cabelo estiver bem penteado, pegue todas as mechas e prenda em um elástico, deixando a franja, caso você tenha, solta, para deixar o rabo com mais charme;
  • Prenda com um elástico e passe uma mecha bem fina ao redor do elástico para cobri-lo.
  • Uma ideia é também desfiar com um pente fino a mecha do topo da cabeça para criar um topete.
  • Você também pode passar gel que já vem com glitter para brilhar muito nas festas! ;)

Coque torcido
  • Coloque uma quantidade pequena de gel na mãe para fixar o penteado;
  • Coloque as mexas da franja, caso tenha, para trás;
  • Divida em dois rabos o cabelo;
  • Torça para dentro o rabo direito e o prenda com grampo. Faça o mesmo com o outro lado do cabelo;
  • Prenda os dois rabos torcidos juntos;
  • Junte os dois pedaços do cabelo, torça tudo e volte a subir com ele para o meio da cabeça. Prenda-o em formato de coque e finalize o penteado.
Coque despojado
  • Basta enrolar o cabelo em toda sua extensão e fazer um círculo na cabeça;
  • Depois, você prende com elástico ou enfia a ponta do cabelo para dentro do coque prendendo, assim, sozinho;
  • A opção de fazer sem elástico vale para quem tem cabelo grande que fica mais fácil de fazer o “nó”. Incremente como quiser!
E então meninas, gostaram? Espero que sim! Curtam a folia com BASTANTE juízo e aproveitem as dicas!
Um super beijo e até a próxima :*

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Saúde & Fitness: Atividades durante a gestação

Olá meninas, esta semana recebi a notícia que uma amiga está gravida, e, a partir daí, resolvi escrever alguns posts sobre atividade física durante a gestação... Hoje falarei sobre algumas atividades físicas aconselhadas para serem feitas durante a gestação.

Os benefícios de praticar exercícios durante a gestação vão muito além do controle de peso, chegando à melhora da postura e das condições cardiocirculatórias, à prevenção de diabetes gestacional e ao alívio do estresse e tensões. Colocar o corpo em movimento libera mais endorfina e traz sensação de bem-estar para a futura mamãe.
Atividade física é superindicada para gestantes, salvo os casos em que a paciente tenha alguma patologia, sangramento, começo de aborto, placenta baixa, hipertensão ou alguns outros problemas.
Geralmente, a indicação é de incluir os exercícios a partir do primeiro trimestre de gravidez, com liberação prévia do obstetra. Entre as modalidades mais recomendadas pelos médicos estão aquelas de baixo impacto, como hidroginástica, ioga e pilates. Caminhar meia hora por dia também é ótimo, pois melhora muito a função cardiorrespiratória da gestante. Outras recomendações importantes antes de iniciar qualquer atividade física são vestir roupas leves, usar um calçado confortável, alimentar-se adequadamente e tomar bastante líquido para hidratar, tanto antes como depois dos exercícios. Também é imprescindível respeitar os limites do corpo. A qualquer alteração ou desconforto, suspenda a prática e consulte o obstetra.

1- MUSCULAÇÃO
Apesar de parecer incompatível com a gestação, a musculação pode, sim, ser adotada na gravidez, especialmente se a mulher já praticava a modalidade. Mas não é liberada por todos os médicos e é preciso consultar o ginecologista.
Se bem orientada, é uma atividade muito interessante, uma vez que fortalece musculaturas responsáveis pelo controle postural, mas há sempre a necessidade de realizar ajustes, conforme a individualidade de cada gestante.

2- PILATES
O pilates é uma das modalidades mais praticadas pelas mulheres grávidas. No entanto, ao contrário do que se pensa, esta não é uma atividade indicada para mulheres sedentárias antes de engravidar, ou que nunca fizeram pilates antes.
A modalidade ajuda no fortalecimento muscular e na região pélvica, importante para o parto normal. Melhora a distribuição do peso corporal, alivia desconfortos lombares e amplia o ganho de força para tarefas do dia a dia. 

3- HIDROGINÁSTICA
A hidroginástica ainda é a atividade mais indicada pelos médicos. Seus benefícios para as gestantes, principalmente no último trimestre, são diversos, pois é nesta fase que muitas sofrem com o inchaço nas pernas. No entanto, há de se tomar cuidado com o local escolhido para a prática, pois as aulas devem ser específicas para grávidas.
A hidro é um exercício físico com intensidade moderada, porém a flutuabilidade da água ajuda a aliviar o peso extra da gestação e a diminuir o impacto. A sua prática também contribui para amenizar as dores do parto, reduzindo, assim, a necessidade de anestesia.

4- CAMINHADA
Caminhar em esteira ou ao ar livre é um exercício sem impacto, liberado para gestantes que não faziam exercícios. É uma das modalidades mais recomendadas pelos médicos, por ser uma atividade simples, que não requer um nível de aptidão elevado. Além disso, o ritmo regular da prática ajuda a manter a forma física sem sobrecarregar os joelhos. O ideal é caminhar pelo menos meia hora por dia.

5- IOGA
A prática da ioga é ótima para deixar a gestante mais flexível, além de tonificar os músculos e melhorar o equilíbrio e a circulação. A modalidade trabalha com técnicas de respiração e relaxamento que podem ser extremamente úteis na hora do parto, além de aliviar o estresse.
Por ser uma atividade física de baixo impacto, a ioga é bastante indicada para gestantes, mas deve ser sempre bem orientada, preferencialmente com o acompanhamento de um profissional.

6- ALONGAMENTOS
Para aumentar a flexibilidade e relaxar os músculos, já tão sobrecarregados pelas mudanças posturais na gravidez, o alongamento é muito importante para as gestantes. A prática também proporciona maior agilidade e elasticidade do corpo, ajudando a prevenir lesões.
O alongamento deve fazer parte de todo programa para gestantes, mas também deve haver o cuidado com o excesso, pois os ligamentos e articulações, neste período, estão mais sensíveis pelos hormônios.

7- TREINAMENTO FUNCIONAL
O treinamento funcional é composto por um “combinado” de exercícios com o uso de diversos tipos de equipamento, visando proporcionar maior equilíbrio, força, resistência, flexibilidade e coordenação. Já há profissionais no mercado que desenvolvem um programa de treinamento funcional específico e adaptado às gestantes – retirando, é claro, exercícios arriscados e de instabilidade.

Na gravidez, a orientação deve ser sempre a segurança da gestante, não só pela superfície estável, mas também pelo grau de dificuldade ou ação do exercício.
Bom, meninas, esse foi o assunto da semana, semana que vem falarei um pouco mais sobre isso!
Espero que tenham gostado! Beijooos,

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Madeixas: Como secar o cabelo corretamente

A forma como você seca o cabelo faz toda a diferença. Parece uma ação simples, mas é essencial tratar o cabelo molhado como uma joia muito valiosa na hora da secagem. E você sabe o por quê?

Como lavar o cabelo?
Os cabelos precisam ser lavados pelo menos três vezes por semana com muito cuidado. A forma correta de lavá-lo é inclinando a cabeça ligeiramente para trás, esfregando ou massageando o couro cabeludo com movimentos circulares, com as pontas dos dedos, não com as unhas. Você pode lavar o cabelo em casa ou em seu cabeleireiro.

Ao final da lavagem, certifique-se de ter removido todo shampoo e condicionador. Alterne hidratações a cada 15 dias e utilize produtos indicados por seu cabeleireiro de acordo com as necessidades do seu fio.

Dica: Não deixe a água muito fria para não causar vasoconstrição e nem muito quente para não estimular a produção das glândulas sebáceas.


Após o banho...
Com as mãos, esprema delicadamente o excesso de água (sem torcer!) e depois embrulhe o cabelo em uma toalha, sem esfregar! Pressione a toalha contra a cabeça para ajudar a absorver o excesso de água que ainda existe e, se for preciso, use uma segunda toalha. A seguir, “abra” e separe os fios do cabelo com os dedos para depois pentear com um pente de dentes largos, iniciando das pontas até em abaixo. Nunca use escova para desembaraçar um cabelo molhado.

Como pentear?
A forma correta para escovar ou pentear o cabelo é separando mechas e passando os dedos da raiz até a ponta do cabelo. Quem tem cabelos crespo deve usar um pente afro ou as próprias mãos. Já as mulheres de cabelo liso precisam escovar os fios pela manhã e a noite. Escove cuidadosamente da raiz até as pontas, sempre utilizando uma escova apropriada para o seu cabelo.

Como secar o cabelo com o secador?
O mais saudável é deixar o cabelo secar ao natural, mas, se estiver com pressa ou precisa caprichar no visual, use o secador no modo vento e em baixa potência. Lembre-se de manter o secador em constante movimento, para não queimar o couro cabeludo, e também de secar o cabelo com o bico apontado de cima para baixo para não abrir as escamas dos fios. Um bom truque para deixar a raiz com volume é virar a cabeça para baixo e secar o cabelo com jato de vento frio por alguns segundos. Depois é só pentear e fazer a modelagem desejada.

Para melhor definição, os cabelos cacheados precisam ser secados com um difusor. O ideal é que os fios estejam bem úmidos e protegidos por um ativador de cachos. No início, a velocidade deve ser baixa e a temperatura alta. Para evitar o frizz, a dica é secar os fios amassando-os à partir do topo da cabeça até as pontas. Quando o cabelo estiver quase seco, aumente a velocidade e abaixe a temperatura.

Para secar os cabelos lisos, abaixe a cabeça e seque os fios. A velocidade do secador deve ser alta e o jato de ar forte. Em seguida, levante a cabeça e, com a ponta dos dedos, puxe as raízes para cima. Finalize com um jato de ar frio para dar brilho.

Comece secando os cabelos ondulados com o difusor em velocidade alta e a temperatura baixa. Quando o cabelo estiver quase totalmente seco, troque o difusor pelo bico. Vá torcendo as mechas e secando com ar bem quente. Para destacar mais as ondas, prenda o cabelo como um coque e aplique mais jatos de ar quente. Espere os fios esfriarem por uns 5 minutos, jogue ar frio e, então, solte o coque.

Dicas para todos os tipos de cabelo
Mantenha o secador a uma distância de, pelo menos, 10cm da cabeça para garantir que o calor não fragilize ou quebre os fios já ressecados.

Se puder, invista num secador com sensor de temperatura, que desliga automaticamente quando o cabelo fica quente.

De jeito nenhum:
  1.  Prenda o cabelo molhado, pois o fio úmido quebra mais facilmente;
  2.  Exagere no creme de pentear. Isso faz com que o o cabelo adquira um aspecto pesado. Basta uma gota do tamanho de uma pérola e pronto;
  3.  Grude o secador na cabeça. Por isso, mantenha uma distância de 10 a 25cm para evitar o ressecamento e os fiozinhos arrepiados;
  4. Esqueça o protetor térmico. Se for usar o termoativo, passe um protetor térmico para impedir que o calor danifique os fios e também para dar brilho;
  5. Passe a mão na franja repetidamente, pois isso estimula a produção de gordura, além de espalhar a oleosidade da raiz;
  6. Deixe de aparar as pontas. Para o cabelo crescer bonito, é fundamental cortar um dedo a cada três meses;
  7. Esqueça de proteger as madeixas do sol, o vento e a química da piscina, eles alteram a cor dos fios.
É isso, meninas!
Beijinhos,