Páginas

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Saúde e Fitness: Está chegando o verão, cuidado com o excesso de calor nas atividades!

Olá meninas, como já estamos a um passo do verão resolvi falar sobre o excesso de calor e as atividades físicas.
O calor é grande, mas não devemos desanimar e deixar de praticar atividades físicas. Mesmo de férias temos várias opções para não ficar parado. Os exercícios devem ser feitos, mas teremos que tomar muito cuidado com o calor excessivo.
Se você é daquelas que ignora o sol muito forte ou que até acha que fazendo exercícios nos horários onde ele está mais forte irá suar mais e conseqüentemente perder mais calorias e emagrecer, cuidado! Você poderá colocar a sua saúde em risco!
O nosso organismo possui um mecanismo encarregado de manter o nosso núcleo central (cérebro, pulmões, sistema digestivo, coração, etc.) a uma temperatura estável, isto é chamado de termorregulação.(o mesmo acontece quando estamos com frio e ficamos nos enconlhendo tentando regular a temperatura).

Em repouso, as zonas que mais geram calor em nosso corpo são o coração, o fígado, o cérebro e as glândulas endócrinas. Os músculos produzem pouco calor, quando em repouso, mas quando estão em exercício intenso isto muda e os músculos trabalham tanto que chegam a produzir 50 vezes mais calor do que o resto dos sistemas e órgãos juntos.
Quando a temperatura do corpo começa a aumentar, o nosso "termostato", que se situa no hipotálamo (cérebro) detecta a elevação na temperatura sanguínea e ordena uma série de ações de defesa. Começa a sudorese (transpiração). O suor, ao evaporar-se sobre a pele, a esfria. Isso é sincronizado com o deslocamento de parte do sangue até a periferia do corpo, pela dilatação dos vasos superficiais (próximos à pele). Aí, então, passa mais sangue perto da parte externa do corpo, trazendo calor do interior do corpo para fora, sendo liberado pela pele, através do suor.
Quando o calor produzido pelo corpo não pode ser eliminado no ritmo necessário para evitar um superaquecimento ocorrem às chamadas lesões pelo calor, mas uma pessoa descuidada e que não conhece os perigos de fazer uma atividade física sem orientação e debaixo de um calor muito forte, poderá ter sérios problemas.
Além da alimentação, a hidratação é um fator muito importante. Mas há uma quantidade adequada de água ou isotônico para ser tomada, pois tanto a falta ou o excesso de líquidos pode ser prejudicial ao corpo.

Uma pequena perda de água reduz o rendimento consideravelmente. A longo prazo, as pessoas que não bebem água durante os esforços ou que não se hidratam adequadamente tem maior tendência a sofres lesões musculares e articulares. Quanto maior a umidade, a temperatura, a altitude, o tempo de esforço, etc, maior é a perda de água. Muitas pessoas perguntam qual a quantidade de água ou isotônico a ser tomada durante o exercício. Há uma regra geral de tomar 200 ml cerca de 1 hora antes dos exercícios, de 80 a 120 ml a cada 15 minutos de exercício e até 1 litro depois dos exercícios, em pequenos goles.
Então meninas, como já até falei da água aqui, ela é uma ótima aliada para nossas atividades, ainda mais nessa época de calor..
Veja abaixo algumas dicas importantes:

  • Use roupas de cores claras e adequadas à atividade, tempo e local.
  • Use boné, óculos e protetor solar.
  • Prefira horários em que o sol está mais fraco.
  • Se fizer esporte em local muito quente, diminua a intensidade em pelo menos 20% do habitual.
  • Se a umidade relativa do ar superar os 60%, as temperaturas consideradas perigosas começam nos 29ºC, já que os dias de muito calor combinados com a alta umidade são os menos indicados para exercícios muito intensos.
  • As cãibras musculares podem indicar um aviso de perigo de choque térmico.
  • Não faça exercícios puxados sem conhecer exatamente a sua condição física.
  •  Essa é minha dica dessa semana meninas, até semana que vem!
    beijinhos..





    quinta-feira, 23 de outubro de 2014

    Saúde & Fitness: Atividades físicas para diabéticos

    Olá queridos, hoje vou falar sobre os tipos de exercícios recomendados a pessoas com diabetes, será que podem fazer qualquer tipo de exercícios? Vamos esclarecer algumas dúvidas...
    Toda atividade física é benéfica à vida, mas, para os diabéticos não é tão simples assim.

    A diabetes é uma doença metabólica e sua característica é o aumento anormal do açúcar no sangue. Isso se deve pela deficiência na produção de insulina. Os exercícios ajudam a diminuir a taxa de glicose, pois a captação dessa substância pelo músculo após o exercício é maior.

    Os mais indicados são os aeróbicos, por trabalharem mais com a oxigenação. Isso irá favorecer a queima de glicose e de gordura para fornecimento de energia para o corpo, pois, quando se pratica uma atividade aeróbia, o consumo de oxigênio aumenta e aumenta, também, o consumo da glicose, que é fonte de energia das atividades físicas, ou seja, nosso combustível.

    Alguns exercícios indicados para os diabéticos são:
    •Caminhada
    •Corrida (se iniciante, moderada)
    •Natação
    •Hidroginástica
    •Ciclismo
    •Dança
    •Ginástica aeróbica de baixo impacto

    Todos esses exercícios podem ser praticados pelos diabéticos, porém, sempre com acompanhamento de profissionais da área, e se, por eventualidade, estiverem fazendo e sentirem-se mal, devem parar imediatamente com os exercícios.

    Existem alguns exercícios que não são recomendados, pois colocam o praticante em um risco desnecessário. Por isso, as orientações do médico devem ser seguidas sempre com a ajuda de um profissional, já que,  em alguns casos, é recomendado medir a taxa de açúcar no sangue, antes, durante e após os exercícios.

     Exercícios contra indicados:
    •Boxe
    •Lutas marciais
    •Alpinismo
    •Mergulhar em altas profundidades
    • Halterofilismo

    Aliando uma boa alimentação (sempre com a orientação de um médico) aos exercícios físicos indicados, controlar a diabetes ficará bem mais fácil, além de te deixar no peso ideal e longe do estresse, tanto para diabéticos, como para os não.
    Vamos lá, mexam-se! ;)

    Beijinho a todos e até semana que vem!

    terça-feira, 21 de outubro de 2014

    Maquiagem: Olhos caídos

    Olá, meninas!


    Os olhos caídos apresentam uma forma que dá um aspecto cansado ou entristecido ao olhar e ao rosto, em geral. Por isso, se queremos realçá-los e torná-los mais vivos, é essencial fazer uma maquiagem sempre com traços crescentes, afastando os traços retos. Há, também, uma série de truques para maquiar os olhos caídos que são muito eficazes, você só precisa conhecer os cosméticos mais adequados e favoráveis para corrigir e disfarçar sua forma.

    Rosto
    Para garantir a sensação de olhos maiores, é preciso iluminá-los. Para isso, use um corretivo dois tons abaixo do da cor da pele e dê leves batidinhas em toda a região dos olhos. Em seguida, cubra com o pó translúcido para garantir o efeito. Já o restante do rosto tem que ser uniformizado com base e pó no mesmo tom.Use um blush terroso iluminador, somente para dar um ar de saúde e, nos lábios, batom rosa-antigo.

    Pálpebras
    Outro truque que aumenta o olhar é usar sombra clara rente à sobrancelha. Use uma sombra gelo acetinada e esfume-a bem próxima à sobrancelha (do meio para fora) e no canto interno dos olhos. Em seguida, com uma sombra escura, os cantos externos dos cílios superiores e inferiores têm que ser marcados, esfumando na sequência.

    Cílios
    O curvex é um acessório indispensável neste look. Intensifique o uso dele no canto externo dos cílios superiores, cobrindo-os em seguida com generosas camadas de máscara alongadora, deixando-os bem curvados. Outro truque para eliminar o olhar melancólico é usar o lápis bege ou branco nos cílios inferiores, na linha d'água.

    segunda-feira, 20 de outubro de 2014

    Madeixas: Deixe o cabelo sem frizz


    Boa tarde!
    O frizz é um dos vilões capilares mais temidos das mulheres! Por mais que as armas para combatê-lo sejam muitas, as vezes eles insistem em aparecer e não há uma mulher que já não tenha passado pela experiência de passar o dia com os fios arrepiados. Isso acontece por diversos motivos: excesso de secador e chapinha, falta de hidratação e até o clima podem contribuir para deixar os fios estáticos. Ocorre quando a agressão externa abre as cutículas da fibra capilar comprometem a estrutura do fio, que fica sem formato e rebelde.


    Mas o que é frizz?
    É a repulsão entre um fio e outro, que gera uma pequena carga elétrica natural, que pode ser vista a olho nu: são os fios arrepiados. Apesar de natural, o efeito pode ser agravado quando ele ocorre em excesso. Pode ser resultado do uso de shampoos com muita química inadequada, e, nos casos mais graves, por uso de procedimentos químicos que alteram definitivamente as ligações moleculares do cabelo, como alisamentos.

    Hidratação previne o aparecimento do frizz?
    Sim. Para evitar o frizz, é preciso manter o cabelo hidratado, pois a fibra capilar funciona como uma esponja. Se ela está ressecada, acaba tentando absorver a umidade do ambiente e o resultado são os famosos fios arrepiados. Para evitar que isso aconteça, além da hidratação, é importante também evitar expor as madeixas ao calor excessivo de chapinhas e secadores.

    Se você é do tipo que não vive sem escova, escolha um termoativo que formará uma película de proteção nos fios. É essencial usar protetor térmico nos fios antes do secador ou chapinha, já que o calor desgasta a cutícula dos cabelos, fazendo com que eles quebrem e arrepiem. Outro fator que pode interferir no tratamento é não usar produtos que contém álcool e pH alcalino.
    Para quem tem cabelos brancos, a hidratação e cuidado devem ser ainda maiores, pois os grisalhos são mais grossos e não têm a emoliência que garante a maciez e previne o fio de ficar arrepiado. O frizz também acontece pela forma como você penteia seu cabelo... Invista em pentes de madeira que não produzem eletricidade estática e evitam que os fios fiquem em pé, ao contrário de escovas de metal e plástico.

    Produtos e tratamentos que ajudam a acabar com o frizz
    Se os fiozinhos rebeldes ainda cismarem em aparecer, é hora de escolher um arsenal de produtos que ajudarão a combater o efeito. Tenha à mão leave-ins adequados para seu tipo de cabelo: mais leves para os finos ou modeladores para os cacheados. Abuse dos leites de pentear para ajeitar as madeixas ao longo do dia. Reparadores de ponta também podem ser usados no comprimento, mas com cuidado, pois o excesso pode deixar os fios opacos e sem vida.
    O importante é cuidar para que não se agrave e faça surgir outros danos na fibra capilar. O frizz intenso já é sinal de dano grave e deve ser considerado uma emergência estética dos cabelos, tratada com hidratações profundas para retardar a quebra dos fios e o surgimento de pontas duplas.
    Além dos cuidados diários, é importante fazer reposições de massa para deixar o cabelo saudável. Investir em tratamentos repositores como o de nanoqueratinização, que conseguem melhorar as cutículas em até 80% na primeira aplicação. Outro tratamento bom para quem sofre com o frizz e gosta de fios lisos é experimentar escovas progressivas que disciplinam e selam o fio por alguns meses.

    É isso, meninas, vocês não têm mais desculpas para manter o excesso de cabelos arrepiados, diga-se frizz, nos cabelos! Afinal, todas somos divas e merecemos ficar como uma, não é mesmo? Então, um beijo, bom começo de semana e até a próxima :*

    quinta-feira, 16 de outubro de 2014

    Saúde & Fitness: Silicone X Musculação

    Olá meninas,
    Hoje, falarei de um assunto que muitas pessoas me perguntam na academia... Posso ou não fazer atividade física se possuo prótese de silicone? Então, resolvi tirar algumas dúvidas sobre o assunto!
    Corpo sarado, curvas no lugar e... seios pequenos? Como não há maneira de turbinar as mamas com malhação, muitas mulheres acabam recorrendo às próteses de silicone para harmonizar o conjunto corporal e ficarem como querem.
    Mama não tem a ver com músculo. Ela apenas está em cima dele. Você pode fazer a musculação que for que não vai aumentar a mama.


    Como se programar para colocar silicone? É necessário parar com a atividade física antes e depois da cirurgia? 

    Antes não há qualquer restrição para a atividade física. É possível manter o exercício até a véspera do procedimento.
    Normalmente, o retorno para malhação é feito depois de três semanas após a cirurgia, com caminhadas leves sem impacto e exercícios de musculação para as pernas. Repouso completo dos braços por, pelo menos, um mês, que é o período de cicatrização.

    Quem tem silicone deve pegar mais leve na musculação, especialmente nos exercícios peitorais?
    As restrições são temporárias. Nos primeiros 40 dias, para implantes subglandulares (ou seja, abaixo da glândula mamária e acima do músculo peitoral maior) e subfasciais (abaixo da fáscia do músculo peitoral),  deve-se evitar toda a atividade física que envolva a região muscular peitoral, ombros e costas. Isso porque atuam direta e indiretamente na região operada e, desta forma, aumenta a probabilidade de deslocamento da prótese e até sangramentos.
    Já para implantes submusculares (abaixo do músculo peitoral) este período pode chegar a 60 dias, uma vez que a manipulação muscular é maior. Em pacientes que foram submetidas à suspensão de mama (correção da prótese, flacidez das mamas pelo excesso de pele em relação ao conteúdo das mesmas) associada com a colocação do implante de silicone, orienta-se um repouso da região peitoral por um período de 60 a 90 dias, com o intuito de evitar alargamento da cicatriz ou mesmo deslocamento do implante.

    Quem tem silicone nos seios precisa de proteção ou sustentação extra para praticar exercícios aeróbicos, como a corrida? 
    Habitualmente, libera-se o paciente para o exercício com impacto depois de 45 dias pós-cirurgia e a orientação é de uma sustentação extra, com intuito de evitar sobrepeso na pele, distensão excessiva e flacidez tardia. Estes fatores num pós-operatório recente podem também favorecer o desenvolvimento de estrias, uma vez que o peso do implante é sustentado exclusivamente na pele da mama. É prudente após o retorno das atividades de impacto, o uso de sutiã justo ou mesmo o uso conjunto de dois tops para promover uma sustentação adequada do seio e, sobretudo do implante.

    É arriscado para quem tem prótese de silicone praticar esportes como boxe ou lutas?
    Terminado o período de recuperação após a colocação da prótese, não há qualquer risco para a realização desses esportes. Os implantes de última geração apresentam alta resistência a impactos externos e a probabilidade de ruptura é praticamente nula nesta situação de exercício físico. Além disso, há implantes que apresentam um revestimento especial, que promove uma aderência aos tecidos (gordura, mama), evitando deslocamentos e/ou rotação, mesmo após traumas externos.


    O aumento de seios pode levar a problemas posturais na malhação?
    Sim, mas é mais comum em pacientes que já apresentavam problemas posturais no pré-operatório. Além disso, mulheres submetidas à colocação de implantes muito volumosos podem apresentar alterações posturais caso não sejam orientadas adequadamente ou submetidas à terapia de reposicionamento postural após o implante. É fundamental uma avaliação cuidadosa no pré-operatório e o bom senso na escolha do volume do implante.

    Então, meninas, estão esclarecidas algumas dúvidas sobre silicone e musculação!

    Espero que tenham gostado, beijinho, até a próxima!

    terça-feira, 14 de outubro de 2014

    Maquiagem: Cores ideais para o seu tom de pele

    Olá!
    Na hora de produzir a make muitas mulheres optam por tons que estão na moda, mas, na prática, o resultado não favorece. Isso ocorre porque nem toda maquiagem fica bem em todo mundo. É preciso saber usar os tons mais adequados a cada pele, ajudando a valorizar o look.


    Continue lendo e aprenda a escolher a maquiagem que mais combina com o tom de pele das branquinhas, morenas, mulatas, orientais e negras...

    Branquinha
    Pele branca e rosada com cabelo loiro, moreno ou ruivo natural...

    Cores:
    · Sombra: Champanhe, tons pastel (bege, areia), pêssego, coral, verde militar, berinjela, bronze, marrom, chocolate, marrom acinzentado, grafite.
    · Blush: Tons de rosa, pêssego, coral e bronze rosado.
    · Lábios: Pêssego, coral, bege claro rosado, cereja, ameixa e todos os tons de rosa, do mais claro ao mais queimado.

    Truque: Espantar a palidez...
    Aposte em blushs rosados, que imitam o corado do sol, e em lábios coloridos. Evite sombras muito escuras: elas destacam a pele branca e carregam o look.

    Morena
    Pele clara queimada ou jambo, cabelo escuro e olho verde ou castanho...

    Cores:
    · Sombra: Tons de marrom cintilante, bege, rosa dourado, bronze, cobre, marrom prateado, azul-marinho, azul bic, cereja, roxo, berinjela, bordô e verde militar ou musgo.
    · Blush: Rosa queimado, cereja, terracota e bronze.
    · Batom: Rosa queimado, coral, cereja, ameixa, marrom rosado, vermelho transparente e vivo.

    Truque: Aquecer a pele oliva...
    Blush rosa ou pó bronzer (que imita o efeito bronzeado) deixam o tom da pele mais quente. Aplique nas maçãs e têmporas, para um ar atraente e sexy.

    Oriental
    Pele branca e amarelada, com cabelos e olhos castanhos ou negros...

    Cores:
    · Sombra: Areia, bege e rosa clarinhos, rosa velho, marrom cintilante, marrom acinzentado, grafite, bordô, ameixa, roxo, verde-esmeralda.
    · Blush: Rosa clarinho, rosa queimado, ameixa.
    · Batom: Rosa aberto ou rosa queimado, marrom rosado, lilás, cereja, ameixa, cintilantes beges e rosados com brilho dourado.

    Truque: Destacar os olhos e equilibrar o amarelado da pele...
    Use lápis branco na linha d’'água e crie uma "dobrinha" na pálpebra esfumando sombra marrom no côncavo. Dê toques rosados à pele: blush rosa queimado e batom cereja ou avermelhado. Não use base rosa! Isso deixa o resultado artificial.

    Mulata
    Pele morena escura, cabelos castanhos, olhos castanhos ou cor de mel...

    Cores:
    · Sombra: Caramelo, marrom, chocolate, grafite, dourado, bronze, vinho, ameixa, violeta, azul-marinho, verde-esmeralda, verde-petróleo.
    · Blush: Coral dourado, bronze, terracota, rosa escuro, cereja.
    · Batom: Bege, caramelo, bronze, dourado transparente, marrom, coral, cereja, ameixa, vinho, bordô, vermelho queimado.

    Truque: Uniformizar a pele...
    A pele mulata mistura tons claros e escuros por todo o rosto. Para deixá-la mais uniforme e realçar sua beleza, aposte em uma base com boa cobertura. Invista também no blush em tons alegres. Aplicado nas maçãs, ele dá cor ao visual, traz frescor e deixa o rosto mais "saudável".

    Negra
    Pele escura, cabelo natural castanho ou negro e olhos escuros...

    Cores:
    · Sombra: Dourado, cobre, bronze, marrom, chocolate, grafite, chumbo, cinza asfalto, ébano, berinjela, roxo, verde-esmeralda, azul-marinho, azul bic.
    · Blush: Ameixa, cenoura, cereja.
    · Batom: Mel, caramelo, bronze, coral, tangerina, ameixa, bronze rosado; tons transparentes de marrom, amora e vermelho; gloss com brilhos cintilantes dourados.

    Truque: Colorir a pele escura...
    Acredite, os tons vibrantes de blush, como cereja e até pink, ficam ótimos sobre a pele negra. Sombras coloridas em tons frios, como o azul bic e o roxo vibrante, também são ótimas para destacar sua beleza natural e deixar o look alegre e ousado.

    É isso, meninas...
    Agora é só se jogar nas opções que melhor se encaixam no seu tom de pele e arrasar!
    Beijinhos,

    segunda-feira, 13 de outubro de 2014

    Madeixas: Hábitos que estragam seu cabelo

    Olá meninas, tudo bem?

    Às vezes, a gente até cuida do cabelo, faz aquela hidrataçãozinha, usa um shampoo adequado... Mas ele continua o com alguns problemas. Mesmos depois de passar vários produtos e usar o secador e a chapinha, os fios ainda continuam ruins e você tem que encarar aquele bad hair day. A verdade é que há alguns hábitos que você pode ter e que estragam os fios. Hoje, falaremos de 8 vícios e o que vocês têm que fazer para melhorá-los.

    1. Você não usa um protetor térmico
    Se o secador, a chapinha, o babyliss ou alguma outra ferramenta que aquece faz parte da sua rotina, seu cabelo com certeza ficará fragilizado. Por isso, é muito importante usar um protetor térmico. Para aplicar é simples, basta você espirrar uma quantidade pequena do produto nos fios e espalhar. Isso garantirá um selo de proteção entre a cutícula do cabelo e o jato de ar quente do secador e afins. Mas não use esses aparelhos com tanta frequência assim... Mesmo com o protetor, o cabelo ficará danificado.

    2. Você está exagerando na hidratação
    Ter o cabelo seco significa que você deve usar qualquer produto que prometa hidratar e dar brilho a ele? Claro que não! A maioria dos shampoos, condicionadores e máscaras quem têm essa função contém silicone. O problema é que a substância, quando usada em excesso, tende a acumular nos fios, resultando em um cabelo pesado e sem vida, ao invés de um brilhante e macio. A solução é investir em produtos sem silicone e não usá-los com tanta frequência assim. No máximo, uma vez por semana.

    3. Você não come o suficiente de proteína
    Seu cabelo é composto de proteína, então certifique-se que você está comendo alimentos que tenham bastante dela, como peixe, frango, lentinha e outros grãos. Outros que têm um aminoácido que cria queratina, chamados de cistina, também irão ajudar na saúde dos fios. Entre eles estão o a carne de porco, o brócolis, o gérmen de trigo e as pimentas vermelhas.

    4. Você penteia seu cabelo de forma agressiva
    O ideal é não pentear os fios quando eles estão molhados porque eles ficam mais frágeis, mas essa é uma tarefa difícil. Então, antes de começar a desembaraçá-lo, aplique um creme para pentear e use um pente de dentes largos e, claro, vá com calma, penteando devagar. Com ele seco, você pode usar uma escova, mas a regra da suavidade continua valendo.

    5. Você não cuida do couro cabeludo
    Seu cabelo é composto de células mortas, mas sua raiz está viva e, provavelmente, está precisando de um estímulo. Durante séculos, as pessoas afirmaram que massagear o couro cabeludo diariamente ajuda no crescimento rápido do cabelo. E, de fato, as massagens dão este impulso.

    6. Você prende o cabelo com frequência
    Se o clássico rabo de cavalo é seu penteado preferido para o dia-a-dia, você deve reconsiderá-lo. Um elástico apertado diariamente no mesmo lugar pode quebrar os fios e, talvez, seja o motivo que está impedindo seu cabelo de crescer e passar o comprimento dos ombros, mesmo tomando vários suplementos. Opte por um rabo solto ou uma trança baixa e não use elásticos que apertem muito.

    7. Você não usa protetor solar para os fios
    Você não sai de casa sem passar protetor solar na pele?! Se não, deveria, rs. Aplique essa regra também para as madeixas... Os raios UV podem quebrar e enfraquecer as cutículas do cabelo, que irá deixá-lo com fios secos e frágeis. Existem produtos específicos para protegê-los do sol e outros, como shampoos e leave-ins, que têm fator solar na fórmula. Se você sabe que ficará exposta aos raios solares, aplique o produto antes de sair de casa.

    8. Você usa a toalha para secar os fios
    Secar o cabelo com uma toalha não é uma boa opção. Uma camiseta de algodão puro é muito melhor. A textura de uma toalha de banho comum irrita suas cutículas, causando o frizz, enquanto uma camiseta pode combater isso. Basta apertar o excesso de umidade com cuidado e envolver o cabelo na camiseta.

    Bom, meninas, espero ajudá-las a cuidar melhor das preciosas madeixas com essas dicas!
    Beijinhos,

    quinta-feira, 9 de outubro de 2014

    Saúde & Fitness: Musculação emagrece?

    Olá meninas, boa tarde!

    Hoje, falarei um pouco sobre as dúvidas que algumas pessoas têm sobre musculação, se emagrece ou não, se todos podem fazer...
    Muitas pessoas, preocupadas em emagrecer, acreditam que a musculação atrapalha o processo de emagrecimento, pois, embora haja uma perda da porcentagem de gordura, há também um aumento da massa magra (massa muscular), podendo não apresentar perda de peso na balança.

    Saiba que emagrecer saudavelmente não significa necessariamente perder peso e sim aumentar a massa magra e diminuir a gordura, que é o que a musculação faz. Afinal, você prefere emagrecer e ficar flácida e fraca ou emagrecer enrijecendo os músculos, ganhando, assim, um corpo mais bonito, forte, saudável e atraente? ;)
    Na verdade, o ideal é mudar a composição corporal, perdendo ou não peso na balança (devendo ser feita uma avaliação de cada caso, é claro).
    Quem já ouviu falar em atividades aeróbicas e anaeróbicas?! Ambas contribuem para o emagrecimento.

    Em relação ao gasto calórico, numa caminhada moderada de 1 hora você pode eliminar de 200 a 300 kcal.
    Já em 30 minutos intensos de musculação, pode-se gastar a mesma quantidade de kcal (dependendo de cada metabolismo).

    Estudos asseguram e a prática comprova que a musculação acelera o metabolismo do seu praticante, favorecendo a queima de gorduras pelo organismo. Apesar de, na musculação, você não queimar gordura como fonte de energia, durante o esforço (onde usa-se o fósforo, a creatina e a glicose anaeróbia), existe um processo chamado gliconeogênese, que é a utilização de gordura para repor as calorias perdidas durante o treino.
    Com o metabolismo acelerado, você continua queimando a gordura por muito tempo depois da atividade física. Isso quer dizer que, quando você faz uma atividade anaeróbica, como a musculação, seu organismo continua queimando calorias mesmo após o término da atividade, diferente se uma atividade aeróbica, como a caminhada.
    Após o exercício aeróbio, nosso organismo leva cerca de 1 hora para voltar ao normal, onde eliminamos entre 10 e 15 calorias. Quem faz musculação tem o metabolismo 12% mais acelerado no pós-treino e, até 15 horas depois, esta taxa continua 7% mais alta.

    Vimos que a musculação aumenta a massa magra, que acelera o metabolismo de 17 a 25 vezes mais do que a massa de gordura. Assim sendo, quanto maior a massa muscular, mais acelerado será o seu metabolismo e o seu gasto calórico.
    Para você ter uma idéia, 1 kg a mais de músculos (que não é muito fácil de se conseguir) consome 15 kcal extras por dia. A longo prazo (mais ou menos 10 meses), se você conseguir ganhar 2kg de músculos, poderá perder 8400 calorias. Poderá eliminar de 2 kg a 3 kg de gordura em 12 semanas, fazendo musculação 3x por semana. É claro que a dieta alimentar também é necessária, tornando o resultado mais rápido E SAUDÁVEL. E é claro, também, que cada caso é um caso. Nenhuma organismo é igual a outro e responde da mesma forma.


    Sem dúvidas, o melhor que se tem a fazer é associar a dieta aos exercícios aeróbios à musculação e aos alongamentos, num programa adequado às suas necessidades, biotipo e condicionamento físico. É indispensável uma avaliação e acompanhamento de profissionais como nutricionistas e professores de Educação Física.

    Então, meninas podemos fazer musculação sem preocupação. ;)
    Mexa-se!

    terça-feira, 7 de outubro de 2014

    Maquiagem: Demaquilantes

    Oi, meninas!!!

    O nome do produto sugere apenas uma função, mas, na verdade, ele é multiuso. Embora muita gente não saiba, os demaquilantes não servem apenas para remover a maquiagem. O produto é quase de primeira necessidade. Ele remove restos de células, resíduos de poluição, excesso de oleosidade e outras impurezas. Ou seja: pode ser considerado um dos principais trunfos para a beleza da sua pele. Mas muita gente tem dúvidas sobre demaquilantes.
       
    Além dos que vou mencionar aqui, vocês encontrarão outros tipos, como lenços demaquilantes, demaquilantes de banho etc. Mas o objetivo desse post é falar mais sobre as diferenças que o Óleo faz na composição do demaquilante. Então, dividi-os em 3 categorias...

    Sem óleo
    Esse tipo de demaquilante não contém óleo e é normalmente à base d’água. Retira a maquiagem sem deixar a pele oleosa. É muito indicado para quem sofre com oleosidade na pele e não deseja acrescentar nem uma gota nesse problema.
    Como ele não costuma ser ultrapotente, eu recomendo para quando você usa maquiagens mais leves, nada muito a prova d’água. Há maquiagens que ele não retira completamente, principalmente se você está usando algo muito pesado. Daí você teria que passar 2 ou 3x o demaquilante e isso poderia irritar a pele. Então, se você usar maquiagem pesada, o ideal é usar um mais potente.
    Também é muito recomendado para tirar maquiagem somente do rosto, enquanto na parte do olho você usaria um outro tipo, que removesse mais maquiagem.
    Essas versões sem óleo costumam vir também em Gel ou em Creme. Escolha gel para menos oleosidade e creme para mais hidratação.

    Bifásicos
    Os demaquilantes bifásicos são uma média entre os dois outros tipos (à base d’água e oleoso). Ele não costuma deixar a pele tão oleosa na hora de retirar a maquiagem, mas costuma retirá-la muito bem. Gosto de usar o demaquilante normal no rosto e o bifásico na região dos olhos. Assim, a pele fica bem limpinha.
    É ótimo usá-lo nos olhos pois, como ele é um pouco mais oleoso, também dá uma hidratada na pele. E, como a região dos olhos é super sensível e precisa de hidratação extra, ele já dá uma ajuda.
    Se você tem pele normal ou seca, pode usar o bifásico no rosto inteiro, mas lembre-se sempre de lavar o rosto com um sabonete facial após utilizar qualquer tipo de demaquilante.

    Óleo e em creme
    Os demaquilantes oleosos são puro óleo, literalmente. São recomendados para retirar maquiagens MUITO poderosas, batons daqueles que duram para sempre nos lábios, delineadores super hyper ultra à prova de tudo etc. Eu não uso muito esse tipo de demaquilante porque ele é muito oleoso, e deixa a pele super oleosa também. Quem tem a pele seca pode até usar no rosto inteiro, mas eu não consegui me acostumar. Acho que não tenho nenhuma maquiagem poderosa o suficiente que não saia com o bifásico e que precise desse aqui, rs.
    Ele é, geralmente, natural. Então, é ótimo para quem tem pele sensível ou com alergias.
    Os demaquilantes em creme geralmente não contém óleo, mas são bem suaves e costumam ser bem poderosos. É comum vermos demaquilantes para a região dos olhos em creme, porque eles hidratam enquanto demaquilam.

    Então, meninas, espero que vocês saibam escolher o melhor demaquilante pra vocês e invistam num correto pro seu tipo de pede.

    Beijinhos e até a próxima,

    segunda-feira, 6 de outubro de 2014

    Madeixas: Cuidados com o cabelo Afro

    Olá, meninas :)

    Os cabelos Afros ficaram quase extintos com a onda dos fios chapados. Mas quem assume as madeixas neste estilo, chama a atenção por onde passa. Por isso, não é preciso escondê-los. Para deixar os cabelos crespos ainda mais lindos, a mulher pode lançar mão de penteados e cores, além de ter alguns cuidados especiais.
    eles podem até ter uma aparência forte e resistente, mas, na verdade, este é o tipo de fio mais delicado, pois é fino e poroso. Eles sofrem com o volume excessivo, o aspecto ressecado e a falta de brilho. É preciso investir em hidratação, bons produtos e muita dedicação. 

    Então, vamos às dicas:
    1. - Lave os fios apenas com água morna, para não ressecá-los ainda mais.
    2. - O cabelo crespo é frágil. Por isso, use sempre pentes de madeira de dentes largos e apenas quando estiver molhado ou úmido, para evitar que quebre.
    3. - Hidratação é essencial: aplique uma máscara hidratante ao menos uma vez por semana.
    4. - Como os crespos armam muito, logo depois de secar eles enrolam e perdem comprimento, parecendo mais curtos do que realmente são. Se você sonha com longas madeixas, use os produtos da linha Seda S.O.S Crescimento Fortificado. Eles reduzem as quebras e as pontas duplas, dando aquela força para que os fios cresçam fortes e bonitos.
    5. - Use diariamente um reparador de pontas e apare-as frequentemente, deixando-as maleáveis e jeitosas.
    6. -Para um cacheado perfeito, seque com o difusor, posicionado de baixo para cima.
    7. - Se o cabelo amanhecer armado, umedeça-o com água e aplique um leave-in específico para os crespos. O truque controla o volume e mantém a hidratação natural. E, se precisar, reaplique o produto durante o dia.
    8. - Quer acordar com as mechas no lugar? Use uma fronha de cetim! Ela diminui o atrito entre as madeixas e o travesseiro, reduzindo o frizz e o ressecamento.
    9. - Invista em acessórios bacanas para transformar o visual. Lenços amarrados na cabeça, tiaras e presilhas de flor são ótimas opções e dão um toque de romantismo e charme ao look.
    10. - Atenção ao corte: se você quer diminuir o volume, opte pelo cabelo em camadas. Porém, se quer um look armado, volumoso, ao estilo Black Power, repique. Mas para assumir os cachos de vez, é preciso escolher o corte que mais combine com o rosto e, sobretudo, respeitar o caimento e a textura dos fios.
    11. - Para os extremamente crespos e armados, o ideal é cortar a seco, de forma que o profissional possa verificar o volume natural e o resultado na hora, sem surpresas depois que secarem.
    12. - Cuidado com as químicas: se você fez relaxamento ou alisamento recentemente e quer tingir as madeixas, cuidado. Não use oxidante com mais de 20 volumes e esqueça as tinturas com amônia ou metais.
    13. - Quer mudar a cor dos fios? Aposte em tons avermelhados ou acobreados, que valorizam a pele morena.

    Então, como qualquer cabelo, os afros merecem cuidados. Porém, é só vocês seguirem as dicas, soltar as madeixas e arrasar, pois os cachos tem o seu valor! Um beijo, ótima semana :*

    sexta-feira, 3 de outubro de 2014

    Esmalte da semana: Fazendo o esmalte durar mais

    Hello, galerinha!

    Post especial para as peruas de plantão, que sofrem por fazer suas unhas e não durar, pelo menos, uma semaninha né!? Ninguém merece isso!
    Mas, então, estou aqui pra tentar ajudar vocês com um dica que me passaram... É MUUUITO fácil, gente!

    Basta pingar duas gotinhas de Super Bonder no vidro de esmalte desejado e sua unha irá durar uma semana fácil, fácil! Ou então, pra não ter que colocar em todos os vidros de esmalte e ficar mais fácil ainda pra vocês, basta colocar as gotinhas no vidro de esmalte extra brilho, a cobertura irá proteger o esmalte e o resultado é o mesmo! Eu já testei e deu SUPER certo, meninas!!!

    Vocês podem usar tanto a cola Super Bonder, como também a cola Superciano (ela é um pouco mais forte) que terá o mesmo efeito e suas unhas irão abalar!!! ;)
    Podem confiar... Testei e deu super certo!
    Mas é bom lembrar que, se usar essa técnica por muito tempo ou muitas vezes, suas unhas podem se prejudicar, enfraquecendo-se.
    Então... A responsa é sua! ;)

    Beijinhos,
    Mari Flores.

    quinta-feira, 2 de outubro de 2014

    Saúde & Fitness: Carboidratos são nosso combustível

    Olá, meninas, boa tarde!

    Já postei sobre a batata doce, mas, como continua sendo febre entre os praticantes de atividade física, resolvi esclarecer algumas coisinhas...

    A batata-doce está em alta e a razão de tanto sucesso e o baixo índice glicêmico do alimento, o queridinho quando o assunto é hipertrofia.

    Esse índice baixo faz com que a velocidade de absorção da batata seja mais lenta, evitando picos de liberação de insulina e acúmulo de gordura corporal. Ela também é rica em vitaminas do complexo B, fundamentais no metabolismo nos nutrientes e vitamina A, importante antioxidante.

    O horário para o consumo depende do tipo de treino e do objetivo da pessoa. Mas, por ser rica em carboidratos, é interessante que seja ingerida antes, para fornecer energia. O tempo varia de acordo com o organismo de cada um, mas a sugestão é que seja em torno de 60 a 90 minutos antes de malhar.

    Se o objetivo do aluno for a hipertrofia, a alimentação pós-treino pode conter carboidratos, em associação à proteína. Se a meta for perda de peso, recomenda-se ingerir somente a proteína. Uma dieta de 2 mil calorias, o consumo de 100g (duas unidades pequenas) de batata-doce é indicado ao dia. Nessa quantidade, há 100 calorias. Mas não se esqueça de sempre variar as fontes de carboidrato.


    O que e quando comer para ganhar músculos

    Devemos dar atenção especial aos carboidratos, que são nossa principal fonte de energia e os que impedem que a massa magra seja consumida como fonte energética durante o exercício.


    Mandioca
    Ela é riquíssima em nutrientes e pode ser consumida em diferentes refeições ao logo do dia, pela sua variedade de usos (farinha, tapioca, cozida, purê). Ela não provoca gases e recomenda-se ingerir 100g antes do treino, por ser rica em fibras. Todos os alimentos com fibras devem ser consumidos antes, para que a pessoa tenha energia durante todo o exercício.


    Batata-inglesa
    Ela tem um índice glicêmico alto e é um carboidrato simples. Por isso, indicada para os primeiros trinta minutos pós-treino, para repor com rapidez o carboidrato, freando o metabolismo e gerando ganho de massa magra. Não adianta comer proteína logo após a atividade física. O organismo precisa de carboidrato. Se a pessoa malha no fim da tarde, por exemplo, pode consumir uma proteína, como o peixe, no jantar, e uma porção de cenoura, que possui carboidrato em pequena quantidade. Evite grandes quantidades de carboidratos à noite.


    Batata-baroa
    Ela tem um índice glicêmico mais alto se comparada à batata doce e menor quantidade de fibras. É mais indicada para o pós-treino. A pessoa pode comer uma unidade média. Possui betacaroteno, que é um anti-inflamatório, e no verão ajuda no bronzeado. ;)


    Inhame

    Se comparado aos alimentos anteriores, ele tem maior quantidade de proteínas e potássio. Ajuda no fortalecimento dos ossos, fundamental para evitar lesões durante os exercícios. Você pode comê-lo antes do treino (duas unidade médias cozidas), ou após. Se você malha no fim da tarde, coma no jantar.


    Bom meninas, essa foi minha dica de hoje.

    Boa alimentação e bons treinos!