Páginas

segunda-feira, 31 de março de 2014

Madeixas: A escova ideal para cada cabelo

Olá, meninas! Queremos sempre estar antenadas sobre as novidades em tinturas, luzes e produtos que ajudam a deixar os cabelos mais bonitos e brilhantes, não é mesmo? Mas o que muitas vezes nos esquecemos é que existem cuidados básicos que são tão importantes quanto qualquer novidade que promete aquele cabelo maravilhoso e tão sonhado por todas nós. Pentear os fios de forma correta e com a escova que melhor combina com eles é um desses cuidados.

Pode parecer uma coisa muito fácil, mas muitas meninas não sabem que existe uma escova ideal para cada tipo de cabelo. E é sobre isso que daremos dicas hoje... Falaremos de cada tipo de escola e em qual tipo de madeixa é melhor usá-las! Vamos conferir?


Escova retangularDesembaraça todos os tipos de cabelo.

É o tipo de escova que todo mundo já teve um dia. E ela serve para desembaraçar todos os tipos de fios, pois tem um bom espaçamento entre as cerdas. Esse espaço evita que o cabelo quebre.

Escova modelo raquete: Desembaraça cabelos longos e lisos.
Ela pode ser oval e com cerdas de plástico. Possui bolinhas na ponta, que protegem o couro cabeludo. É muito boa para pentear e desembaraçar todos os tipos de cabelo, principalmente para quem tem o couro cabeludo mais sensível.
1 - Escova ventilada; 2 - Cerâmica; 3- Almofadada; 4- Raquete; 5- Retangular e 6- Fininha
Escova com base de cerâmica: Desembaraça e modela cabelos ondulados ou lisos.
Arredondada e com base de cerâmica, ela é ativada pelo calor do secador, por isso ajuda na hora de desembaraçar melhor os fios.

Escova almofadada: Pessoas com maior sensibilidade.

Este modelo almofadado, com cerdas de plástico, é indicado para cabelos longos e lisos, ou levemente ondulados. Se usado com secador, tem efeito de escova modeladora, mas não tão lisa.

Escova fininha: Cabelos curtos.

As escovas mais fininhas (diâmetro menor) são bem legais para modelar, cachear e finalizar os cabelos mais curtos. Além disso, o revestimento em cerâmica aquece a escova e trata os fios quando usado com secador, o que ajuda a diminuir o frizz.

Escova ventilada com base de cerâmica modelar as pontas.

O modelo oval com base de cerâmica tem cerdas naturais e é indicado para secar e modelar as pontas. A escova é ativada pelo calor do secador e, por ser ventilada e ter cerdas espaçadas, dá volume ao cabelo.

Dicas para cada tipo de cabelo:

Fios grossos – Para cabelos mais grossos e com volume, o ideal é direcionar os pentes de material plástico que são bem resistentes e tem dentes abertos para facilitar a passagem dos fios, sem correr risco de quebra.

Fios ondulados Esse tipo de cabelo merece uma atenção especial, pois os fios não devem ser penteados diariamente para não deixar o cacho irritado ou sem forma e evitar o aumento do volume. Depois de lavar os cabelos, a melhor opção é pentear os fios uma única vez, com o auxílio de um pente de dentes bem largos e de preferência de madeira para evitar fios arrepiados. Durante o dia, o ideal é apenas dar uma ajeitada com as mãos.


Fios crespos – Os cabelos crespos merecem um cuidado constante, pois até a maneira de pentear pode quebrar os fios. Mas para que isso não aconteça é necessário desembaraçar os fios suavemente. O pente tipo jacaré (com os dentes em formato de gota) ajudam muito.


Fios lisos – os cabelos lisos geralmente precisam de volume. Então, evite deixar condicionador nos fios, pois isso os deixa mais pesados.


Cuidados com sua escova


O ideal é limpar a escova uma vez por semana. Para isso, tire o excesso de fios passando um pente. Depois, deixe a escova de molho numa mistura de água e sabão por dez minutos. Enxágue e seque bem antes de usá-la novamente. Além da lavagem, é possível encontrar em lojas especializadas higienizadores em spray com ação antibactericida, que também são boas opções para limpar sua escova de cabelos.

E ai, já descobriu qual é sua "escova ideal"? Então, agora é só ter ela sempre perto de você para poder pentear e deixar a cada dia mais lindas essas madeixas! Até a próxima e um ótimo começo de semana!

Um beijo :*

sexta-feira, 28 de março de 2014

Colaboradora nova!

Olá galera, 

Meu nome é Laís, tenho 21 anos, sou cabofriense, e futura Enfermeira.
Amo viajar, gosto de moda e de tudo que me tire da rotina! 
Sou "nova" por aqui (aspas porque já participei da coluna Contato com a leitora, confira aqui ;), portanto, vocês não me conhecem ainda (ou sim? Rs). 
Sou amiga da Grazi e fui convidada para ser a nova colunista de moda do blog, apesar de ter sido convidada para ser colunista de moda, vou postar aqui também sobre assuntos que eu gosto, pq eu sou abusada mesmo! Hehehe

Então. galera, espero que gostem do que vão ver por aqui!

Beijinhos,

Laís Cabral.

terça-feira, 25 de março de 2014

Maquiagem: para peles com acne

Oi, meninas!

Tão importante quanto conhecer seu tipo de pele e os problemas que ela pode apresentar, é fazer a escolha certa de produtos para usar, de acordo com a condição atual dela.

Como assim, minha pele não será mista (ou seca, ou oleosa...) toda vida?! Provavelmente, sim. Só que em alguns períodos ela pode mudar. Viagens para onde o clima é diferente daquele onde moramos; flutuações hormonais durante o mês ou situações em especiais (gravidez, disfunção ovariana, menopausa, stress) são só alguns exemplos.

Claro que você não precisa mudar TODOS os seus produtos cada vez que sua pele resolver dar um "showzinho particular".


Mas alguns itens muito utilizados podem ser seus super aliados para manter as coisas sempre em ordem.

Hidratação x Oleosidade

Pra entender a diferença entre Hidratação e Oleosidade, vamos pensar em um pêssego, já que ele é normalmente usado como sinônimo de pele bonita, né?
A superfície de um pêssego in natura é macia ao toque. Assim também é a pele hidratada, suculenta, cheia d’água. A hidratação nada mais é do que manter a água dentro das células, mesmo na camada mais superficial da pele. Esse equilíbrio hídrico só é alcançado quando tudo está funcionando direitinho, inclusive a produção de óleo! Essa sintonia fina é que garante aquele aspecto radiante de saúde, que não tem nada a ver com brilho excessivo.
Continuando no pêssego, vamos imaginar agora que ele faz parte de um exótico Filé Tropical, e alguém jogou azeite sobre ele e mandou pro forno. O pêssego continua lá, brilhando, só que todo enrugado. Ele perdeu água, desidratou com o calor. O óleo não salva o pêssego de ganhar rugas. Ah, mas falaram que quem tem pele oleosa demora mais pra ter rugas! Tudo bem. Quem tem pele oleosa vai ter rugas seis meses depois do que quem tem pele seca, cadê a vantagem? Rs.
Pra evitar tanto o ressecamento, quanto a oleosidade (e crises de acne em quem tem), nada mais fácil do que ter à mão opções de produtos que tratam a pele ao mesmo tempo em que cumprem sua função principal.
É bem fácil. Se a gente já sabe que precisa usar hidratante todo dia, quem tem pele normal ou seca vai optar por um hidratante regular. Já quem tem pele mista ou oleosa, leva vantagem se procurar um hidratante que também seja matificante!

Bases de Tratamento

Nós somos muito sortudas na vida, porque, atualmente, temos à disposição uma categoria que era impensável há poucos anos: a maquiagem de tratamento.
Vocês já devem ter ouvido de avós e mamães mais velhas aquela idéia de que ‘maquiagem estraga a pele’. Estragava mesmo, gente, no tempo delas. Imagem que tinha chumbo na maquiagem! Toneladas de óleo. Componentes oclusivos, que entupiam os poros. Hoje, mesmo nos produtos mais populares, não é mais assim. Pelo menos se soubermos prestar atenção às letrinhas miúdas e conhecermos o que faz bem pra nosso tipo de pele.
Se você usa maquiagem todos os dias, vai sair ganhando escolhendo uma base que também seja de tratamento, porque vai eliminar uma camada de produto sobre a pele, ganhando leveza e naturalidade.
Peles Secas e Normais: Bases Hidratantes;
Peles Mistas, Oleosas e com acne: Bases Matificantes ou específicas para pele com acne.

Bases hidratantes

Tracta HD – Hidratante, Oil Free, é também enriquecida com vitamina E. Tem textura suave, boa espalhabilidade, toque seco e rápida absorção. Disfarçam pequenas manchas e imperfeições, deixando a pele aveludada, uniforme e sem brilho excessivo.

ColorStay Aqua Mineral Makeup Revlon – Base não oleosa, que oferece hidratação e a refrescância que a água de côco proporciona. Deixa a pele iluminada e é livre de fragrâncias, além de ter FPS 13. A embalagem vem com pincel aplicador.

Base Líquida Hidratante Koloss – Contém vitamina E e filtro solar. Oil Free. Cobertura média.

Healthy Mix Bourjois – A fragrância mais deliciosa que uma base pode ter (amo). Contém extratos de framboesa, melão e damasco. A sensação sobre a pele é muito leve e em quatro semanas de uso contínuo, a luminosidade natural da pele melhora até 69% (estudos da marca), graças aos ativos de tratamento de sua fórmula.

Bases anti-acne
Anti-Blemish Solutions Liquid Makeup Clinique - Base com uma fórmula suave, mas poderosa, especificamente desenvolvida para manter a pele propensa a acne confortável durante todo o dia, graças à uma combinação de ingredientes equilibrantes, que ajudam a minimizar a produção de sebo sem alterar o equilíbrio de hidratação da pele.
Proporciona cobertura média para camuflar os pontos de acne, neutraliza a vermelhidão e disfarça a aparência dos poros. Sua fórmula leve e de longa duração proporciona sensação de frescor a partir da aplicação, espalhando-se de forma fácil e suave, para não irritar as peles mais sensibilizadas. O uso continuo mantém o equilíbrio de hidratação e controla a produção de óleo, para proteger a pele do aparecimento de novas espinhas.

Normaderm Teint FPS20 Vichy – Seus finos pigmentos se isolam uns dos outros e a textura não empelota na pele. Seus óleos são voláteis e evaporam. A textura fina não briga com a oleosidade natural da pele. Enriquecida com Zincadone A, ativo purificante, reduz visivelmente as imperfeições causadas pelo excesso de oleosidade e a pele ganha aparência homogênea e durante todo o dia, a tez fica matificada e estável.


Neutrogena SkinClearing Oil-Free Makeup Flawless Finish Blemish Treatment - Age no tratamento e prevenção da acne, além de atuar controle do brilho e oleosidade da pele.

Lembrando que essas são sugestões de produtos dessas categorias, tá? Na hora de comparar resenhas, sempre procurem por pessoas que têm a pele na mesmíssima condição que a sua. Tenho preguiça existencial de quem tem pele oleosa e insiste em usar base hidratante pra depois dizer que o produto deveria ser banido da superfície terrestre. Não temos tempo pra desinformação, então vamos comparar coisas equivalentes, não opostas. ;)

Resumindo...
Pra quem tem pele normal ou seca uma boa base hidratante – de preferência livre de óleo – pode te acompanhar o ano todo. Fique de olho nos períodos de TPM! Se a oleosidade aumentar na zona T, tenha a mão um produtinho para controlá-la e use só enquanto achar que os hormônios estão fazendo hora extra, rs.

Já quem tem pele oleosa/com acne sempre vai sair ganhando se procurar por bases específicas, com tratamento/controle de oleosidade e oil free (no caso de usar esse tipo de base de tratamento, pode dispensar o dermocosmético regulador). Mesmo em situações mais formais, que pedem cobertura maior (casamentos, formaturas), opte pela base de tratamento e carregue uma base em pó na bolsa, para fazer retoques por conta do calor e da luzes que costumam derreter nossa maquiagem nessas ocasiões.

Beijjinhoss!!

segunda-feira, 24 de março de 2014

Madeixas: Cuidados no outono

Boa tarde, meninas! Na quinta feira passada, mais exatamente no dia 20/03, nos despedimos do caloroso verão e demos um olá ao outono! E, como já falamos dos cuidados que temos que ter com as nossas madeixas no verão (para relembrar, clique aqui), agora vamos falar dos cuidados no outono!

Se você acredita que o verão é o principal inimigo de fios saudáveis, fique esperta. O outono não fica atrás. Afinal, é nessa época que a gente mais abusa dos secadores e chapinhas. Neste período, costumamos tomar banhos mais quentes e a alta temperatura da água acaba retirando o óleo do couro cabeludo, que tem função de proteção natural e lubrificação dos fios.
Com a retirada deste óleo natural, o cabelo pode ficar com um aspecto ressecado, quebradiço, com pontas duplas. Em alguns casos, o organismo entende que precisa repor essa ausência de oleosidade e, por isso, os cabelos podem ficar com aquele aspecto engordurado.


Então, se você quer evitar esses problemas, é só seguir essas dicas a seguir:

1- Use sempre shampoo e condicionador adequado ao seu tipo de cabelo: oleoso, normal, seco, misto, colorido...

2- Não use shampoo demais, nem o coloque diretamente sobre a cabeça. Espalhe-o nas mãos e, só depois, esfregue-o nos fios e no couro cabeludo, com a ponta dos dedos (nunca com as unhas). O excesso do produto pode provocar irritação, enfraquecimento da raiz, descamação e até queda.

3- Enxágue bem os cabelos para retirar o excesso de shampoo e condicionadores e use um shampoo anti-resíduos uma vez por semana. O produto elimina impurezas e os resíduos de produtos cosméticos que se depositam nos fios, roubando o brilho.

4- Nunca tome banho de água quente, pois ela abre as cutículas do fio. Prefira água morna ou fria. Se puder, dê a última enxaguada com água fria. A água fria ajuda a fechar as cutículas e devolve o brilho dos cabelos.



5- Depois de lavar os cabelos, utilize um produto leave-in, que intensifica o tratamento dos produtos hidratantes.

6- Antes de usar o secador, retire o excesso de água com uma toalha, apenas espremendo os fios. Depois, trabalhe com o secador a uns 15 centímetros dos fios, em temperatura mínima ou média. Produtos específicos para proteger o cabelo do calor também ajudam evitar que os fios fiquem quebradiços.

7- Evite ar condicionado, pois deixa o cabelo ressecado e, conseqüentemente, mais frágil, retirando o brilho natural. Para formar uma barreira de proteção aos fios, aplique algumas gotinhas de silicone que ajuda também a selar as pontas duplas.

8- Evite passar as mãos nos cabelos constantemente, principalmente nos oleosos.

9- A alimentação é um fator muito importante para manter a beleza dos fios. Procure comer alimentos proteicos - como carnes, leite e ovos - e os ricos em vitaminas do complexo B (presentes em cereais integrais, peixes, frutos do mar e vegetais folhosos), pois eles ajudam a nutrir o couro cabeludo.


10- E, como sempre... Proteja os cabelos do sol. Use chapéu e mantenha-os hidratados.

Então é isso, meninas. Agora é só seguir as dicas e seguir com os cuidados nas madeixas em qualquer estação! Um ótimo começo de semana e até a próxima :*

terça-feira, 18 de março de 2014

Maquiagem: Para iniciantes


Olá, meninas! 
Hoje vou dar dicas de make para iniciantes que querem montar seu "kit completo" de maquiagem, gastando pouco e evitando comprar produtos que não valem a pena ou não estão de acordo com seu tipo de pele. 

Vamos às dicas:

1- Estude a sua pele e os seus traços! Porque, assim, você poderá fazer uma lista de quais produtos são essenciais e quais devem ser deixados de lado! Por exemplo, se a sua pele é oleosa, você precisará de um primer, de uma base mais sequinha etc… e se tiver pele seca, um hidratante será indispensável! O primeiro passo para uma boa maquiagem é a escolha dos produtos certos e necessários!

2- Tenha o seu lugar! Um lugar iluminado e limpo para que você possa se maquiar e armazenar todos os seus produtos de beleza! Invista em um espelho com lupa para que você possa fazer um acabamento mais preciso e acompanhar os detalhes mais de perto! E tenha também um espelho comum, grande o suficiente para que você possa observar o resultado como um todo!

3- Comece sempre pela pele! E, depois, parta para as sobrancelhas e contorno do rosto! Deixe o batom por último, para que você possa escolher um que case melhor com o resultado final da sua maquiagem!

4- Colecione revistas e imagens de maquiagens que você admire, inspiração é tudo!

5- Acompanhe tutoriais! Comece com maquiagens mais simples, menos trabalhadas, com técnicas menos complexas... Ganhe confiança aos poucos!

6- Treine em casa, mesmo que você não for sair! Escolha uma make que você tenha gostado e tente reproduzi-la! Assim, quando você precisar sair às pressas,  já estará treinada!



Montando seu KIT...

1°) Corretivo. Prefira os em bisnaga ou palhetas e que tenham um tom mais claro que sua pele e teste no seu próprio rosto. 

 
2°) Base. Opte pelas cremosas, que secam rápido e/ou as oil-free, com acabamento não luminoso. Use no tom exato de sua pele, teste na sua bochecha e, se a cor desaparecer, é o seu tom exato.

3°) Pó. Use o compacto ou solto, que dá um ótimo acabamento, e é super leve. Já o compacto, é para makes mais dramáticas.

4°) Blush. Prefira os tons naturais, respeitando o seu tom de pele. Morenas, prefiram os bronzeados; branquinhas, os rosé ou pêssego. Prefira tons opacos e com textura fina.

5°) Rímel. Ttenha sempre um preto e um incolor. Prefira os que alongam e dão volume se você tem cílios finos. Se você tem cílios grandes e longos, evite os rímeis cremosos, pois engrossam os cílios, prefira os de acabamento natural.

6°) Batom. Cor nude nunca sai de moda e vai com tudo. Vale à pena investir num bom vermelho e rosinha também.

7°) Sombra. Tenha sempre palhetas de sombras de tons marrons, pretos, pérola e rosa claro. Sempre tenha um tom cintilante no estojo, que é ótimo para ser usado como iluminador.

8°) Lápis. Escolha os que borram menos, como os retráteis. E quem tem pele oleosa deve optar pelos à prova d'água ou de longa duração.

 9°) Pinceis. Um kit básico de pincéis: o de blush; de esfumar sombras; de delinear os olhos; para base e de pentear sobrancelhas. Existem os "menos importantes", como para espalhar sombra, o de boca, de pó etc.

10°) Desmaquilante. Os bifásicos são ótimos para pele seca e os refrescantes, para pele oleosa. 

Espero que tenham gostado das dicas e que consigam montar um kit de maquiagem prático e poderoso!

Beijinhos,

segunda-feira, 17 de março de 2014

Madeixas: Como evitar a queda de cabelo

Olá, meninas! 
Fios de cabelo no ralo do chuveiro costumam causar pânico na maioria de nós, mulheres, não é mesmo?! A queda dos fios pode ter diferentes causas. Excesso de secador, tinturas e alisamentos são alguns dos fatores, mas doenças e fatores hereditários também podem desencadear o problema.
Usar o xampu certo, cuidar do couro cabeludo, evitar o estresse, escolher a escova certa, praticar mais exercícios são alguns dos hábitos que fortalecem os cabelos e previnem esse terrível problema.

As dicas de hoje serão direcionadas a isso: como evitar a queda de cabelo, lembrando a todas que é super comum cairem alguns cabelos, pois seu coro cabeludo está se renovando. Os especialistas dizem que, em média, é comum que caiam 100 fios de cabelo por dia. Por isso, meninas, sem neura, hein! 

1) Manter os cabelos sempre limpos: Os cabelos não caem porque estamos lavando o couro cabeludo, e sim porque estão programados para cair, independente do banho. Quando deixamos de lavar para evitar a percepção de queda dos fios durante o banho, acabamos deixando o couro cabeludo sujo por mais tempo e esta sujeira poderá favorecer o agravamento da queda de cabelos.

2) Usar a escova certa: A escova também pode danificar os fios, deixando aquele aspecto de cabelos quebrados. As escovas com pinos, que apresentam bolinhas de massagem na ponta, protegem o couro cabeludo e oferecem mais leveza na hora de desembaraçar.

3) Reduzir seu estresse: Estudos mostram que uma boa parte das pessoas que reclama de queda capilar apresenta ou apresentou algum tipo de estresse que pode ter sido causador do problema.

4) Fazer exercícios físicos: A prática de atividades físicas libera endorfinas que diminuem o estresse e, consequentemente, a queda de cabelos.


5) Não prender os fios molhados: Fazer isso uma vez ou outra não tem problema nenhum. Mas achar que vai domar o volume dos fios dando um bom nó em volta deles é assinar um atestado de raiva permanente. "Manter o couro cabeludo molhado por muito tempo faz juntar fungos e criar caspa, além de enfraquecer a raiz e provocar a queda. Usar um leave-in e evitar o vento enquanto a cabeça não seca são medidas suficientes para evitar o cabelo armado demais.

6) Evitar o álcool e o fumo: A ingestão de álcool provoca aumento da produção de radicais livres no nosso corpo. Radicais livres promovem inflamação em alguns tecidos, incluindo a pele do couro cabeludo. Toda inflamação poderá promover aumento da queda de cabelos. Além disto, o álcool, sozinho, desgasta o organismo, já que exige de nosso corpo um esforço maior para metabolização o etanol. O desgaste do metabolismo é um dos fatores que podem levar à queda capilar. Cuidado também com o tabagismo. É provado cientificamente que o fumo, por produzir radicais livres em nosso corpo, facilita a queda capilar.


7) Cuidar da alimentação: A alimentação é 
essencial para fortalecer os fios e estimular o crescimento deles. Alguns nutrientes específicos como os minerais (zinco, selênio, cálcio, silício e ferro), além das vitaminas (E, C e do complexo B), proteínas e grão integrais são essenciais. As propriedades desses nutrientes funcionam em cosméticos, mas seu maior benefício está quando estão presentes nos alimentos consumidos.

8) Não passar chapinha no cabelo molhado: A gravidade é tanta que dá para sentir os efeitos na mesma hora. Os fios são profundamente agredidos. Além de queimados, eles se quebram. O único jeito de consertar é cortando. Antes de usar a prancha, seque bem os cabelos. Nem úmidos eles podem estar!

Mitos
Mas, ATENÇÃO! Muito se especula quando o assunto é queda de cabelo. Listamos alguns mitos sobre o assunto, ou seja, inverdades. Confira:

  • Lavar a cabeça todos os dias faz cair mais cabelo;
  • Lavar os cabelos quando a mulher está menstruada faz mal à saúde;
  • Cortar o cabelo interfere no crescimento dos fios;
  • Usar gel favorece a queda dos fios. OBS: mas é bom evitar dormir com gel nos cabelos, pois ficam endurecidos e podem quebrar com mais facilidade;
  • Secador e uso de “chapinha” aumentam a queda. Na verdade, aumentam a quebra dos fios.
Então é isso, meninas, espero que gostem e sigam direitinho as dicas! Um bom começo de semana e até a próxima :* 

quarta-feira, 12 de março de 2014

Maquiagem: Bocas para o verão!


Batom colorido tem meio que a mesma história do rímel: salva vidas. E, diga-se de passagem, é objeto de desejo e sobrevivência de qualquer perua bem resolvida. Batom colorido é obra di-vi-na, dessas que, quem não descobriu ainda, não sabe o que está perdendo.A melhor parte é que os coloridos elétricos, que marcam qualquer produção e combinam em todos os momentos, são a cara do Verão 2014 e a grande promessa pro mundo da maquiagem! 

Vem comigo conferir algumas cores que vão abalar este verão:

Tangerina: Lembra quando a boca alaranjada estourou há alguns anos? A cor é uma delícia de usar! E não seria pra menos: boca tangerina é a tendência mais forte na maquiagem da estação.
Para acertar, a dica é fazer uma boa preparação na pele, aplicando os produtos certos e finalizando com blush pêssego para dar aquele “ar de boneca” e ficar perfeita.



 
                           

Pink: Cada vez mais estonteante, não tem como não amar toda a feminilidade do batom cor-de-rosa. Só que agora é a vez de esquecer do Snob e todos os seus coleguinhas (adeus clarinhos!) e apostar no pink elétrico, super chamativo e que fica lindo em qualquer mulher.
Para acertar, a dica é apostar no “boca tudo, resto nada” – é hora de deixar a boca colorida trabalhar sozinha e apostar só numa boa preparação (primer+base+pó).
Vermelho: Uau, quem diria que o vermelho seria cor para usar no verão? A melhor parte é que ele é perfeito. Muito usado no inverno e acredito que não será diferente agora.
Para acertar, já que antes combinávamos com sombras impecáveis e pele bastante maquiada, a dica agora é combinar apenas com pele feita e.…rímel! Duas ou três camadas já criam um look bonito e exótico. Para causar em qualquer lugar! 


Ah, e vale uma dica para todas as cores: aposte na textura matte! Ela ficou esquecida por um tempo, mas nunca deixou de ser útil e bem-vinda – ainda mais no calor de 40º não é?
Beijinhoss!

segunda-feira, 10 de março de 2014

Madeixas: Cabelos ressacados

Olá, meninas! Depois de muitas festividades, todos estão voltando à sua rotina e, é claro que com os cuidados do cabelo não seria diferente, né? Por conta da curtição e do descanso, acabamos deixando nossas madeixas um pouco de lado. E é ai que os vilõezinhos aparecem e um deles é o ressecamento.

Poluição, cloro, exposição ao sol e muita química podem deixar até quem tem o cabelo oleoso bastante ressecado. O ressecamento pode acontecer porque o pH do cabelo se alterou, as cutículas capilares estão dilatadas e desprotegidas ou porque o cabelo perdeu seu revestimento natural de gordura, ficando seco e sem brilho - inclusive, fios com comprimento superior a 10cm, que recebem menos nutrientes do couro cabeludo.
É importante ressaltar que cabelos ressecados são diferentes dos fios secos. O cabelo seco diz respeito ao tipo de couro cabeludo, que tem pouca produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas, resultando em fios com aspecto menos brilhante em relação aos cabelos normais e oleosos. Ao passo que, qualquer tipo de cabelo - oleoso, misto ou seco -, pode ficar ressecado devido às alterações já citadas, mas esse é um quadro que pode ser revertido, tomando alguns cuidados.

É só seguir essas diquinhas e reverter esse problema!

1- Use o xampu adequado:
O cabelo ressecado por conta de tratamentos químicos (tintura, luzes ou progressiva, por exemplo) tem o seu pH alterado, ficando mais alcalino que o normal. Isso faz com que as escamas fiquem mais dilatadas e sofram com maior intensidade os efeitos do sol e da poluição, fatores que deixam o fio ainda mais ressecado. A maior parte dos shampoos tem o pH alcalino, o que piora este quadro. 
O ideal para evitar esse tipo de dano é utilizar xampus que tenham substâncias que equilibram o pH, tal como o ácido glicólico, que torna o xampu mais ácido. No entanto, os xampus de pH neutro (e não ácido) são os indicados para cabelos tratados com química, seja permanente, alisamento, tinturas ou clareamento. Esses produtos devem usados de forma preventiva, mas também ajudam a reverter o ressecamento. Dessa forma, fique atento aos rótulos dos xampus e olhe com atenção para os seus fios, principalmente após fazer química.

2- Condicionador para o seu tipo de cabelo:
O objetivo de condicionar os cabelos é simular o sebo normal produzido pelo couro cabeludo para tornar os cabelos mais fáceis de pentear, brilhantes e macios. Também são úteis no recondicionamento de cabelos danificados quimicamente por excesso de escova, uso de secadores, permanentes e clareamento. O ideal é respeitar o tipo de cabelo e as condições dos fios. Cabelos ressecados e com couro cabeludo seco precisam de mais condicionador que cabelos oleosos e sem danos. A causa do ressecamento não interfere na escolha do condicionador, uma vez que o cabelo esteja ressecado, todos os condicionadores terão ações semelhantes, mas aqueles que contêm proteínas ou peptídeos vão auxiliar ainda mais na reconstrução momentânea do fio.

3- Cuidados na lavagem do cabelo:
A temperatura da água tem que ser de morna para fria no caso de cabelos ressecados. Quando em contato com a água mais quente, a gordura que reveste o fio é removida, e ela é a responsável por deixar os cabelos sedosos. Além disso, a água muito quente abre a cutícula do cabelo, deixando-o mais suscetível ao sol, à poluição e a todos os outros agentes que ressecam os fios. Com a temperatura do chuveiro mais amena, o couro cabeludo não produz mais sebo que o necessário, evitando, inclusive, que a raiz fique oleosa.

4- Não esqueça as hidratações no salão:
Cabelos ressecados precisam fazer hidratação e cauterização a cada 15 ou 30 dias, dependendo do ressecamento. Pessoas que aplicam química no cabelo precisam de hidratações mais frequentes, ao passo que alguém que apenas sofre as ações da poluição pode adotar uma frequência menor. A hidratação devolve a gordura aos cabelos, enquanto que a cauterização reconstrói as proteínas dos fios. Lembre-se sempre de aplicar produtos adequados ao seu tipo de cabelo e ao tipo de ressecamento.

5- Aplique um leave-in:
Assim como a pele, que precisa de protetor solar, o cabelo também sofre os efeitos da exposição aos raios ultravioletas. Hoje, existem cremes para pentear ou cremes sem enxágue que não deixam resíduos e selam as cutículas capilares, evitando que o cabelo fique mais ressecado. Até mesmo uma pessoa que não tenha os cabelos ressecados deve investir no leave-in para prevenir o problema, mas, para os fios que já estão sofrendo esses efeitos, o produto é essencial. Escolha um produto de acordo com a sua necessidade e seu tipo de cabelo, com agentes que protejam contra as ações do sol ou do cloro.

6- Continue com a hidratação em casa:
Para os cabelos ressecados é recomendada a aplicação de máscaras de hidratação cerca de duas vezes por semana, no lugar no condicionador. Recomenda-se que, após sair do banho, seja retirada a umidade do cabelo e se aplique a máscara. Passar o creme nos cabelos muito molhados só faz a máscara escorrer pelo cabelo, em vez de penetrar nos fios. Caso você aplique a máscara em casa, a hidratação no salão é recomendada só uma vez por mês. Procure produtos que tenham proteína animal hidrolizada, dimeticona, simeticona, glicerina, propilenoglicol ou óleos essenciais.

Então, é só seguir as dicas e ser feliz com os cabelos sedosos! 
Ah, antes do carnaval falamos sobre enfeites e penteados para o carnaval, lembram? Se não, é só clicar no aqui e conferir! Eu amo essas festividades, mas saí pouco. No dia que saí, usei um enfeite na cabeça e, acreditem, faz toda a diferença! Está aí a foto para comprovar:
Espero que gostem do post! Um beijo, um ótimo começo de semana e até a próxima :*