Páginas

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Saúde & Fitness: Carboidratos são nosso combustível

Olá, meninas, boa tarde!

Já postei sobre a batata doce, mas, como continua sendo febre entre os praticantes de atividade física, resolvi esclarecer algumas coisinhas...

A batata-doce está em alta e a razão de tanto sucesso e o baixo índice glicêmico do alimento, o queridinho quando o assunto é hipertrofia.

Esse índice baixo faz com que a velocidade de absorção da batata seja mais lenta, evitando picos de liberação de insulina e acúmulo de gordura corporal. Ela também é rica em vitaminas do complexo B, fundamentais no metabolismo nos nutrientes e vitamina A, importante antioxidante.

O horário para o consumo depende do tipo de treino e do objetivo da pessoa. Mas, por ser rica em carboidratos, é interessante que seja ingerida antes, para fornecer energia. O tempo varia de acordo com o organismo de cada um, mas a sugestão é que seja em torno de 60 a 90 minutos antes de malhar.

Se o objetivo do aluno for a hipertrofia, a alimentação pós-treino pode conter carboidratos, em associação à proteína. Se a meta for perda de peso, recomenda-se ingerir somente a proteína. Uma dieta de 2 mil calorias, o consumo de 100g (duas unidades pequenas) de batata-doce é indicado ao dia. Nessa quantidade, há 100 calorias. Mas não se esqueça de sempre variar as fontes de carboidrato.


O que e quando comer para ganhar músculos

Devemos dar atenção especial aos carboidratos, que são nossa principal fonte de energia e os que impedem que a massa magra seja consumida como fonte energética durante o exercício.


Mandioca
Ela é riquíssima em nutrientes e pode ser consumida em diferentes refeições ao logo do dia, pela sua variedade de usos (farinha, tapioca, cozida, purê). Ela não provoca gases e recomenda-se ingerir 100g antes do treino, por ser rica em fibras. Todos os alimentos com fibras devem ser consumidos antes, para que a pessoa tenha energia durante todo o exercício.


Batata-inglesa
Ela tem um índice glicêmico alto e é um carboidrato simples. Por isso, indicada para os primeiros trinta minutos pós-treino, para repor com rapidez o carboidrato, freando o metabolismo e gerando ganho de massa magra. Não adianta comer proteína logo após a atividade física. O organismo precisa de carboidrato. Se a pessoa malha no fim da tarde, por exemplo, pode consumir uma proteína, como o peixe, no jantar, e uma porção de cenoura, que possui carboidrato em pequena quantidade. Evite grandes quantidades de carboidratos à noite.


Batata-baroa
Ela tem um índice glicêmico mais alto se comparada à batata doce e menor quantidade de fibras. É mais indicada para o pós-treino. A pessoa pode comer uma unidade média. Possui betacaroteno, que é um anti-inflamatório, e no verão ajuda no bronzeado. ;)


Inhame

Se comparado aos alimentos anteriores, ele tem maior quantidade de proteínas e potássio. Ajuda no fortalecimento dos ossos, fundamental para evitar lesões durante os exercícios. Você pode comê-lo antes do treino (duas unidade médias cozidas), ou após. Se você malha no fim da tarde, coma no jantar.


Bom meninas, essa foi minha dica de hoje.

Boa alimentação e bons treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário