Páginas

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

O fim do jejum

Para os menos crédulos, sal grosso e a energia da torcida não são necessariamente elementos que fazem diferença dentro de campo. Mas neste domingo, os dois foram de total ajuda para o São Paulo retomar o caminho da vitória. Há 12 partidas sem vencer, o tricolor paulista venceu o Fluminense por 2 a 1.


Os são-paulinos lotaram o Morumbi para empurrar o time contra o Flu, graças a campanha #3cores1sótorcida, que tem dado muito certo. Nos primeiros minutos de jogo, as melhores chances foram do tricolor carioca. Aos 11", Diguinho deu um passe açucarado para Samuel, que driblou Rogério Ceni e, ao invés de chutar a gol, preferiu  tentar cavar um pênalti, que não foi marcado. Mesmo com esse começo, o time paulista era melhor em campo e pressionava os cariocas. Aos 27 minutos, chegou o primeiro gol. Paulo Henrique Ganso acertou um ótimo passe para Luis Fabiano desviar para o fundo do gol de Diego Cavallieri. O lance causou insatisfação ao técnico Vanderlei Luxemburgo, por conta da saída de Jean, machucado, e a não autorização do árbitro para entrada de Kenedy, antes do lance do gol. Porém, Ademílson também se machucou e estava caído, fazendo, assim, com que os dois times tivessem dez em campo. Progredindo em campo, o time do aniversariante Paulo Autuori fez mais um gol. Aos 45 minutos, Reinaldo entrou na área e chutou cruzado, fazendo 2 á 0.

O segundo tempo voltou com mudanças nos times. No São Paulo, saiu o volante Fabrício para entrada do zagueiro Antônio Carlos e, no Fluminense, entrou o meia Eduardo no lugar de Felipe. Mas, apesar das substituições, a partida continuou com o mesmo compasso. Os donos da casa bem colocados, controlando o jogo e jogando no contra-ataque.
De vez em quando, a equipe do ausente Fred surgia perigosamente no campo dos são-paulinos, mas não finalizava bem. Mas, apesar do controlo do jogo, os anfitriões da casa também diminuíram o ritmo das finalizações e já não conseguia mais apresentar tanta pressão. Nada que fizesse diminuir a alegria dos torcedores do São Paulo, que cantavam alegremente o hino do clube. Contudo, aos 47 minutos, Eduardo soltou uma bomba de pé esquerdo e diminuiu o placar. Mas já era tarde demais, pois a vitória ficou com o São Paulo, que felizmente se despediu de uma zica, ao menos, por enquanto. Com esse resultado, o tricolor paulista está com 14 pontos e na 18° posição. Já o Fluminense está na 15° colocação, com 18 pontos.

Os outros resultados da 16° rodada foram: Flamengo 0x1 Grêmio, Ponte Preta 0x2 Cruzeiro, Santos 2x0 Vitória, Criciúma 2x1 Coritiba, Vasco 1x1 Corinthians, Bahia 2x0 Náutico, Atlético- Mg 2x1 Portuguesa, Internacional 3x3 Goiás, Atlético - PR 2x0 Botafogo.
Com os resultados, tivemos uma mudança na tabela: O Cruzeiro assumiu a liderança, com 31 pontos, passando, assim, o Botafogo para a 2° posição, com 29 pontos. Em seguida, temos Grêmio, com 28 pontos, e Atlético PR, com 27 pontos, na 3° e 4° posições respectivamente. Como podemos ver, a diferença de pontos é pequena, uma vitória ou uma derrota mudará todo o cenário do Brasileirão 2013. Então, não vamos deixar de acompanhar cada rodada!

E você, que acompanha o blog e quer deixar sua sugestão, não deixe de mandar um e-mail para grazinevez7@gmail.com, além de curtir e comentar no post. Estamos aguardando a participação de vocês!! Um beijo e até a próxima :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário