Páginas

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Dedé.

Oi, gente =)
O post de hoje é sobre futebol. É sobre o Vasco. E é sobre o Dedé.
Portanto, se você não gosta de um (ou todos) desses, aconselho que nem comece a ler, porque não vai conseguir entender...
É um desabafo meu, totalmente particular e nem um pouco "imparcial", como se tem que ser ao falar de futebol (por isso, a colunista do blog sobre futebol não sou eu e este é um post "extra" do assunto).
Eu não tenho palavras que consigam traduzir o que eu estou sentindo e tudo o que já senti vendo o Dedé com a camisa do Vascão. E também não quero me prolongar muito, pra não tornar essa despedida maior do que deveria. Odeio despedidas. Essa, então...
Antes de tudo e qualquer coisa... OBRIGADA, MITO!
Tenho certeza que falo por todos os vascaínos quando digo que você foi muito importante pra nós e com certeza deixou sua marca na história do Vasco da Gama! Vou sentir muuuita falta de ir a São Januário e gritar "Put* que pariu... É o melhor zagueiro do Brasil: Dedé!"
Sentirei falta dos gols, dos desarmes, de toda sua humildade e comprometimento com a gente, com o Club de Regatas Vasco da Gama, que era perceptível.
Obrigada, obrigada, obrigada... Só podemos agradecer. E boa sorte nessa sua nova fase, nesse e em todos os outros times que jogar. Mas espero que não se esqueça nunca do amor que os torcedores do Gigante têm por você!
Vou deixar aqui alguns vídeos do Dedé jogando pelo Vasco (com vários outros jogadores que, assim como ele, já não estão mais entre nós ;/), só pro coração doer mais um pouquinho e a gente tentar matar a saudade (ou já sentir a precoce pela ida?)...




Este me emociona bastante (mesmo! :/)... Foi depois do ultimo jogo do Dedé pelo Vasco, contra o Quissamã, pela Taça Rio (que já não valia mais nada para nós, mas o Quissamã foi rebaixado), onde o Mito fez, inclusive, um gol.


Eu não to conseguindo botar uma parte da entrevista da despedida do Dedé, outro vídeo que me emociona muito também... Mas e só vocês procurarem no youtube por "Emocionado, Dedé diz que vai levar torcida do Vasco no coração".

Pra fechar, queria dizer que apesar dessa situação de merda que botaram o Vasco (óbvio que não me refiro só à saída do Dedé -ou do elenco inteiro-, mas dos milhões de problemas internos que estamos enfrentando), "EU LEVO A CRUZ DE MALTA NO MEU PEITO DESDE QUE EU NASCI, E EU NÃO PARO, NÃO PARO NÃO...". Tenho certeza que o Gigante vai, junto com sua torcida, voltar a sorrir!




Essa blusa eu ganhei autografada pelo Mito num concurso de frases ano passado...
Vou guardar esse carinho sempre, amigo Dedé. Guarde também o nosso.
Beijos e (hoje tristes) saudações vascaínas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário