Páginas

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Dia dos Avós

Oi galera!! =)
O post de hoje é pra homenagear os nossos queridos AVÓS! s2
Avó é mãe duas vezes e avô é pai duas vezes, né?!
São eles quem te mimam mais do que tudo (principalmente se você for a primeira neta -like me), te ensinam a andar de bike (vovôs), fazem aqueles bolos deliciosos (vovós) e tão sempre ali pra te dar muuuito carinho!!! São uns fofos (pelo menos os meus são, e muito!!!).
É o vovô também quem vai implicar com seu namorado/noivo/marido e que, com a ajudinha do Papai do Céu (para uma vida looonnnnga), paparicará seus filhos e os dará razão quando você e eles brigarem.
É a vovó que vai implicar com as porcarias que você come e vai querer que você deguste tuuudo o que ela preparar. Botou no seu prato, é pra comer. E tá gostoso, aproveita!!
Eu tenho 3 avós (minha avó paterna faleceu quando eu era mais nova...). Convivo mais com esses lindos aí da foto, que são, para mim, exemplos de superação, de amor, de união, de família! E família é a base de tudo, certo?!
Então, vovós: PARABÉNS PELO SEU DIA! Felicidades mil para nós e muuuuitos anos de vida para que eu possa compartilhar ainda muitas alegrias com vocês!
Aos meus: AMO VOCÊS! E obrigada por tudo!!!
Um beijo estalado na bochecha de todos os avós!! E ah, aproveitem muuuito os seus, enquanto podem =)

terça-feira, 24 de julho de 2012

Diário de Viagem

E aí, galera...
(O post é grande, preparados?! =)
Hoje eu vim contar pra vocês (levemente atrasada, hehe) o último dia da minha viagem... Aconteceu mó doideira na quinta à noite, aí não consegui postar. Na sexta cheguei tardérrimo em casa por causa de um engarrafamento horroroooooso e no final de semana... bom, final de semana, né?! ;p
Ah, antes de falar de quinta, tem a quarta à noite, né?! Saímos para comer lá em Ouro Preto e paramos na Choperia Real. Ambiante legal, com música ao vivo e tal (embora eu estivesse mais interessada na novela ;x)... Lá, comi uma "batata recheada de frango com queijo" (isso dizia no cardápio, estava mais pra um escondidinho!!!)... Achei meio sem gosto, mas depois que entupi de azeite e tal, ficou ótimo! =D
Então, na quinta de manhã, saímos do hotel e fomos fazer o passeio de trem até Mariana, cidade vizinha. O "Trem da Vale" saiu 20min atrasado, segundo o moço, por problemas técnicos. O passeio dura 1h (velocidade aproximada: 18km/h). O visual é encantador (foto)! Passamos por cachoeiras, paredões de pedra, montanhas, riachos, túneis etc. Chegamos em Mariana e tínhamos 3h (na verdade 2h40 -por causa do atraso) para passear pela cidade, almoçar e voltar pra estação (pra voltar pra Ouro Preto). Mariana (nome dado em homenagem à Mariana, esposa de D. João V) foi o primeiro arraial, 1ª vila, 1ª capital e onde tinha a 1ª Câmara-cadeira de Minas.
A estação é perto de algumas Igrejas e fomos andando para uma, quando a avistamos. Lá, um guia nos propôs um "passeio" de R$ 50. Não aceitamos. Ele depois foi atrás de nós oferecendo por R$ 30 (o grupo). Fechamos. O passeio começou com a gente passando pela Igreja de São Francisco de Assis (estava interditada), construída entre 1763 e 1794. Logo ao lado, fica o Santuário de Nossa Senhora do Carmo, construída durante 28 anos a partir de 1784 e abalada por um incêndio em 1999. Cobra-se R$ 2 pela entrada, para pessoas acima de 10 anos. Ambas as Igrejas feitas no estilo Rococó. Depois disso (e de muita aula de história dentro da segunda Igreja), fomos onde funcionava a Cadeia-Câmara da cidade (na mesma 'pracinha' das duas Igrejas), como já disse, a primeira de Minas.
Saindo de lá, fomos em direção à Praça da Sé e, no caminho, passamos pela Rua Direita (que, como já expliquei em outro post, era considerada a rua mais importante da cidade), onde morou o Barão de Pontal (Ministro da Economia) entre 1831 e 1833. A fachada da casa é toda feita em pedra sabão e, segundo o guia, é a única no Brasil, "e talvez do mundo inteiro!" -palavras dele. Chegando na praça, tem um chafariz (sem nome) em frente à Catedral Basílica da Sé (Nossa Senhora da Assunção é a padroeira), construída entre 1709 e 1760 no estilo Barroco. Cobra-se R$ 3 a entrada (maiores de 12 anos). De lá, avistamos de longe a Igreja Nossa Senhora do Rosário (a dos escravos), construída em 1772. Então, fomos almoçar para depois voltar pra estação. Comemos no "Lua Cheia", um self-service gostoso, ambiente muito agradável e não caro, a umas 2 quadras da Catedral da Sé.
Chegando em Ouro Preto (na volta do trem), pegamos e carro e fomos para a Mina da Passagem -uma antiga mina de ouro (fica entre Ouro Preto e Mariana). Descemos de troller na mina e ficamos lá embaixo cerca de meia hora com um guia nos explicando sobre a mina, como foi sendo escavada, o trabalho dos escravos, depois dos mineradores.... muito legal lá dentro!!! O moço nos explicou também a origem de alguns ditados populares, alguns eu já sabia e achei um engraçado: sabe aquele lance de "Caiu no conto do Vigário"?! Existe porque, lá naquela época, os Padres (Vigários), falavam pras negras (escravas) roubarem o ouro (escondendo-o em seus cabelos, unhas,...) e darem para ele, que ele lhes daria a liberdade (alforria). Mas ele as enganava e ganhava dinheiro assim, "roubando" o ouro das escravas que caiam no conto do vigário... Hehe. Ah, essa mina vai de Ouro Preto a Mariana! É muuuuito grande e com muitas "aberturas". Lá também vão mergulhadores (foi brotando água e acabou formando um lago lá dentro), que têm aulas e praticam...
Bom, saindo da mina (depois de maaais história, mais fascinação e muito cansaço!!!), resolvemos ir voltando para pegarmos menos estrada na sexta. Passamos, novamente, por Mariana e paramos pra lanchar na padaria "Pão de Queijo". Seguimos pegando estrada e resolvemos parar para dormir em Conselheiro Lafaiete. Fomos no Center Palace Hotel (primeiro que avistamos ao chegar no centro, com uma placa enoooorrrme, coisa e tal). NOJENTO. Se algum dia vocês forem a Conselheiro Lafaiete, SÉRIO, NÃO PAREM NESTA MERDA (a "doideira" que falei no começo do post foi por isso... Não podia subir sem pagar e não quiseram devolver nosso dinheiro. O quarto era nojento, paredes horrorosas, cheias de infiltrações, LENÇÓIS SUJOS, TOALHAS SUJAS, a TV só pegava Globo e não pegava.... HORRÍVEL, mesmo!). Bom, passado o susto fomos para o Hotel Vila Real, pertinho dali. Nossa, nem se compara! Estávamos precisando daquilo. Tomei um banho quente e dormi... ZzzzZZzzZzzz
Ao acordar, tomamos um café-da-manhã muito bom (o melhor! Em 2º lugar ficou o do hotel de Ouro Preto -que também fica em 2º lugar), compramos uns doces e continuamos a voltar... Paramos pra almoçar em Três Rios, na "Rodô Lanches" -fica num posto. Não dava nada por lá, mas, pra mim, foi o melhor almoço! Finalmente, quando estávamos quase chegando, pegamos um engarrafamento horroroso na Av. Brasil (esquecemos de pegar a saída pra Magé e aí estrepou tudo...). Demoramos mais de 5h dali até chegar em casa, mas ok. Chegamos, tudo certo e aqui estamos.
Tudo foi muito bom, adorei escutar algumas histórias, aprender um pouquinho, visitar lugares novos, comer, descobrir, mas: NÃO HÁ LUGAR NO MUNDO MELHOR QUE A NOSSA CASA! E eu vou te contar, não troco minha cidade, meu estado e isso aqui por NENHUM lugar! Só mais uma OBS: Agora entendo porque os mineiros adoraaaaam minha cidade! Como viver sem praia, sem sol, sem uma brisa não gelada?! Amo muito tudo isso!!!
Beijocas e até a próxima...

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Diário de Viagem

Oi gente!!
Ontem jantamos no "Caldos de Minas". Comi pizzas de calabresa e quatro queijos... Gostei. Provei o espaguete à bolonhesa, tava muito bom também! Prontos para uma breve aula de história?!
Bom, ontem conhecemos um guia e combinamos com ele de ir conhecer alguns pontos turísticos hoje... Começamos o dia passando pelo Museu de Mineralogia, onde funcionava o Palácio do Governo (onde morou o traidor de Tiradentes -Joaquim Silvério dos Reis). Depois, passamos pela casa onde Tiradentes morou (na Rua José, hoje, centro comercial de Ouro Preto). Passamos pela Igreja Nossa Senhora do Rosário (estava fechada)... Paramos na Matriz Nossa Senhora do Pilar (padroeira da Espanha), construída de 1711 a 1733 no estilo Rococó... É a segunda Igreja mais rica do país! LINDA! A entrada custa R$ 8 (R$ 4 para estudantes e crianças) e embaixo dela tem o Museu de Arte Sacra.
Saindo de lá, passamos por um chafariz, construído em 1761, para que os animais bebessem. Paramos depois na Igreja Santa Efigênia dos Negros, construída entre 1727 e 1760. A entrada custa R$ 2. Depois, fomos para a "Mina Jeje", que funcionava desde 1713. O valor da entrada é de R$ 15, a partir de 10 anos. A vida de trabalho dos escravos que ali exploravam o ouro era de 7-10 anos... coitados! ;/
Saindo, passamos pela Igreja Nossa Senhora das Mercês dos Perdões. Só passamos... Fomos para a Igreja de São Francisco de Paula (foto-vista de lá), entrada gratuita. Passamos pela Igreja de São José, mas estava fechada.
Paramos para almoçar no "Quinto do Ouro", no centro de Ouro Preto. Self service à quilo. Gostei. Bem variado e o que eu comi tava gostoso! E FINALMENTE encontrei comidas típicas mineiras... uhul!
Em seguida, fomos ao Museu da Inconfidência (antiga Câmara e cadeia -1823), também no centro da cidade. A entrada é R$ 8 e R$ 4 para crianças e estudantes (menores de 8 anos não pagam). Nossa, lá tem MUITA história!!! Sobre a Inconfidência, obras de Aleijadinho... muita coisa! Saindo de lá, fomos até a Igreja de São Francisco de Assis, construída de 1765 a 1810. Muito bonita também! Depois, fomos a Igreja Nossa Senhora da Conceição (arquitetada pelo pai de Aleijadinho), construída entre 1727 e 1760 e onde Aleijadinho pediu para ser enterrado, aos pés de Nossa Senhora da Boa Morte. Dentro da Igreja funciona também o Museu Aleijadinho. A entrada para a Igreja + o museu custa R$ 8. R$ 4 crianças e estudantes (menores de 8 não pagam nada). No museu, tem várias obras de Aleijadinho, pequenas esculturas, santinhos...
Nós fomos, depois, até a Mina da Passagem (essa era com aqueles "carrinhos", sabe?! A outra era a pé...), mas, infelizmente, estava fechada. Amanhã continua, certo?! Dia cheio de novo!!!
Daqui a pouco vamos sair pra comer por aqui em Ouro Preto... Até ;*

terça-feira, 17 de julho de 2012

Diário de Viagem

E aí, genteee =)
Hoje o dia também foi agitado...
Começamos o dia em Congonhas, na "Igreja do Senhor Bom Jesus de Matosinhos"... lá ficam algumas esculturas de Aleijadinho, encenando a Via Sacra. São 66 obras. Um guia nos explicou as interpretações de algumas obras que tinham "duplo sentido". O cara era um gênio, sério. Vendo de perto tudo o que ele pensava, ironizava, criticava.... ao fazer uma obra... nossa, incrível! Mas descobri que ele era meio promíscuo. Teve algumas doenças sexuais, coisa e tal...
Bom. Almoçamos num restaurante pertinho dessa Igreja, chamado "Casa da Ladeira". R$ 15. R$ 7,50 menores de 8. Não recomendo... Sem variedade, atendimento bem intermediário e a comida não é das mais gostosas. Saindo de lá, fomos atrás do "Museu da Imagem e Memória", pertinho também, mas estava fechado. Fomos, então, ao "Museu Romaria", também muito perto... Tem muitas rochas, uns quadros... Nada demais. Entrada gratuita.
Saindo de lá fomos a Conselheiro Lafaiete. Chegamos em +/- meia hora. Nada por lá... Passamos por três Igrejas, não paramos, não sei os nomes... Fomos direto para Ouro Branco, + 20min... Passamos pela "Casa dos Artesãos", mas tava fechada. Passamos também pela Igreja do Divino Espírito Santo, mas não paramos. Então, paramos rapidinho na Igreja Matriz de Santo Antônio (foto). Não entramos, estava fechada.
Finalmente, viemos para Ouro Preto. Estávamos atrás de uma pousada, mas tudo estava cheio. Encontramos, então, o Hotel Colonial. Paramos aqui e ficaremos duas noites. Muita coisa pra conhecer em Ouro Preto amanhã! Aguardem...

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Diário de Viagem


Oi galera... Hoje o dia foi bem movimentado!
Lembram que eu falei ontem que ia sair pra comer?! Pois é... fomos no "Mineiríssimo", na 'pracinha central' lá de Tiradentes. Bem simples, pequeno... eu não dava nada por lá. Muito bom! Comi um penne ao molho branco com filé. Se não me engano, esse prato custou R$ 22. Pra uma pessoa. Bem servido.
Bom...
Hoje acordamos cedo, tomamos café e resolvemos fazer um passeio de charrete pelos pontos turísticos de Tiradentes. O passeio custou R$ 60 (até 4 pessoas na charrete), mas tinham mais baratos. Passamos pelo Chafariz São José de Botas, que era utilizado pelas pessoas da cidade (que bebiam, lavavam roupas... lá), pela antiga cadeia feminina (que fica na "Rua Direita" -como eram chamadas as ruas principais de cada cidade), pela Igreja Nossa Senhora do Rosário (construída pelos escravos... adorei a história!), Museu Padre Toledo (estava em reforma, mas não tem coisas dos inconfidentes, pois tudo fora destruído), Igreja São João Evangelista (estava fechada- fica numa mesma 'pracinha' do Museu, onde fica também uma estátua de Tiradentes -foto) e Matriz de Santo Antônio (achei linda, muitos detalhes em ouro, coisa e tal... Cobra-se R$ 5 para ajuda na manutenção).
Decidimos visitar Bichinhos (que tem esse nome porque um rico senhor chamava seus escravos assim) e, no caminho, paramos no "Museu do Automóvel da Estrada Real", em Prados. Tem cerca de 40 carros antigos, muito maneiro! Cobra-se R$ 10 a entrada e R$ 5 para crianças e estudantes. Vale muito a pena pra quem gosta dessas coisas!
Chegando em Bichinhos, mortos de fome, fomos direto procurar o "Tempero da Ângela", indicado por uma moça que conhecemos na pousada em Tiradentes. Depois de pararmos algumas vezes nas lojinhas de artesanatos (aqui em Minas, nessas cidadezinhas, é tipo, uma por m²), chegamos, finalmente, no tal restaurante. É simples também e não tem muitas opções, mas é muito gostoso e a comida é feita no forno a lenha. Você come o que quiser por R$ 18 (R$ 9 para crianças).
Depois de muito comer e andar mais um pouquinho, decidimos ir para São João del Rei. Foi +/- meia hora de viagem e, assim que chegamos, fomos ao Museu Regional São João del Rei (parte estava fechada)... meio sem graça. Mostra algumas coisas feitas com madeira, partes de uma Igreja antiga... Entrada gratuita. Saindo, fomos para uma rua onde tinham 3 Igrejas! De Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora do Pilar (fechadas) e Nossa Senhora do Carmo (cujo dia comemora-se hoje). Entramos nessa última e também a achei linda... tinha lustres e pinturas grandes (lindas!). Indo pro carro, achei uma quarta Igreja, atrás da do Pilar (a do meio). Não sei o nome dela e também não entramos. Avistamos uma um pouco mais longe, a de São Francisco. Fomos até ela (linda por fora!!!), mas estava fechada.
Resolvemos ir embora de lá. Fomos pra Lagoa Dourada e ficaríamos por lá, mas só tinha rocambole (placas disso por todo lugar) e só paramos pra lanchar... Então, viemos para Congonhas, +/- 45min. Paramos no Hotel dos Profetas. Simples, mas bom. Não sairemos hoje... todos mortos! Rs
Amanhã conto mais ;*

domingo, 15 de julho de 2012

Diário de Viagem


Oi genteee!
Sei que to devendo 'alguns' posts, né?! Me desculpem.
To viajando essa semana e decidi contar pra vocês sobre os lugares por onde to passando... restaurantes, museus, pousadas, Igrejas etc...
Começamos hoje por Santos Dumont. É uma cidadezinha típica de interior e não tem muito o que ver. Tirei foto numa estátua do próprio e só. Demorei 15min entrando, "parando" e saindo da cidade (a parte mais difícil)... Depois, seguimos para Barbacena. Almoçamos por lá e não recomendo o restaurante (ainda bem que não lembro o nome, pq se não, ia ficar chato). Passamos por duas Igrejas (Nossa Senhora da Piedade e Nossa Senhora da Assunção -foto), a primeira, linda! Tinha uns lustres de cristal e era toda delicadinha, cheia de bonitos detalhes. Na segunda, não conseguimos entrar... Saindo da cidade, fomos num manicômio. É, também não tinha muito o que ver, mas ok... Vínhamos para São João Del Rei, mas mudamos de ideia: decidimos vir para Tiradentes e aqui estamos.
To na "Pousada Tiradentes". Simples. Ficaremos aqui até amanhã, quando decidiremos o que fazer.
Mais tarde, vamos sair pra comer. Depois eu conto...

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Esmalte da semana

E aí, galera...
O post de hoje é pra mostrar o esmalte dessa semana.
Eu queria um esmalte clarinho, só pra variar um pouco, sabe?!
Então optei pelo Pure Pearl, número 20 (Revlon). É um branquinho perolado. Super discreto, mas, ao mesmo tempo, o 'brilhinho' faz toda a diferença.
Foram duas camadas dele e resolvi não passar nenhum extra-brilho ou óleo secante...
O resultado foi esse aí... Gostaram? =)
Bom final de semana pra todo mundo!!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Férias!

Oi genteee =)
O post de hoje é pra falar das tão amadas e merecidas...FÉRIAS DE JULHO! =D
Eu já entrei de férias há um tempinho (+ de 2 semanas...), mas como a maioria da galera tá entrando agora ou ainda vai entrar, deixei pra fazer esse post no começo de julho.
Férias de Julho.
Não é tanto tempo de descanso quanto às férias de final de ano, né... Massss dá pra dar aquele "break" na corrida de faculdade, curso (para alguns, o que, infelizmente, não é o meu caso) e fazer outras coisinhas que, às vezes, vc fica se prometendo ("nas férias eu faço..."). Então, que tal aproveitar esse 'tempinho extra' para dar uma "organizada geral" na vida?! "Reflexão do meio do ano", já ouviram falar? (Acabei de inventar...)
A ideia é simples: além de ir na praia, piscina, clube, cinema, teatro, patins no gelo, shopping, academia, salão, auto-escola (oi? hehe)... Dê um tempo pra você. Num cantinho tranquilo, cuide de vc, do seu cabelo, da sua pele, da sua mente (livros são ótimas opções para férias de julho!!!)...
Enfim, a ideia é, de fato, RELAXAR!
Alugue filmes, coma umas besteirinhas (não vá exagerar pra depois ficar chorando ou ter que se matar na academia...), organize horários e atividades que estavam pendentes, ame, sorria, aproveite sua família, amigos, amor...
E, sendo chata: não se esqueça... Em um mês, tudo volta ao normal.
TRATE DE APROVEITAR (isso é uma ordem).
Beijos e ótimas férias para nós ;)